Jovem é impedida de embarcar em avião por usar roupa “muito reveladora”

Aeromoça disse que piloto não aceitava aquelas roupas

Foto: Reprodução

Uma jovem passou por uma situação humilhante ao embarcar em um voo no aeroporto de Adelaide, na Austrália. Catherine Bampton, de 23 anos, foi parada por uma aeromoça enquanto no avião, a mulher disse que ela estava “mostrando muita pele” e que o piloto não iria permitir que ela voasse daquela forma.

De acordo com o jornal britânico The Sun, a jovem tentou argumentar que estava usando uma blusa normal e que mostrava apenas os braços e parte das costas. A funcionária não conseguiu responder, mas continuou barrando a entrada de Catherine. “Todos os outros esperando para embarcar no avião estavam sentados lá assistindo, e você podia ver que eles estavam olhando em choque, boquiabertos”, explicou a vítima.

“Ela me disse na frente de todos que o piloto se recusava a permitir que eu embarcasse no avião por causa das roupas que eu usava. Eu fiquei muito chocada e confusa porque minhas roupas não eram reveladoras. Foi muito constrangedor e humilhante”, completou ainda.






“As diretrizes de vestimenta em nossas aeronaves são semelhantes às de outras companhias aéreas aqui na Austrália e a grande maioria das pessoas que voam conosco as cumpre ou as supera. Como a companhia aérea mais amada da Austrália, sempre foi nossa intenção que aqueles que viajam com a Virgin Australia se sintam bem-vindos e tenham uma viagem confortável. Estamos realizando uma revisão do incidente e tentamos proativamente entrar em contato com ela para entender melhor o que aconteceu”, disse um porta-voz da Virgin Australia, sem falar sobre o caso específico.

Mesmo com a discussão, Catherine precisou colocar um casaco por cima da blusa para poder embarcar. Agora, a jovem pede uma retratação por parte da companhia aérea.

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)