Jovem acusa MC Mirella de tentar atraí-la para prostituição

Jovem acusa MC Mirella de tentar atraí-la para prostituição
Reprodução/Instagram

A funkeira MC Mirella é acusada de aliciar menores idade para prostituição por meio das redes sociais. De acordo com relato da influencer Gabi Rocha, no Twitter e Instagram, a cantora teria feito uma proposta para ela passar o final de semana com o dono de um shopping, oferencendo valores entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. Na época, a jovem tinha 16 anos.

“Só tenho a dizer que tenho nojo! Não postei antes por eu ter medo de varias coisas acontecerem comigo, gente que tem dinheiro pode fazer qualquer coisa com quem não tem”, afirmou a usuária, que possui 17 anos.

“Tive medo de postar isso antes. Só que o negócio é o seguinte! Tem vários famosos que vendem crianças! Vou postar o resto dessa conversa”, escreveu Gabi no Twitter. Por meio do Instagram, a jovem publicou uma série de vídeos e explicou o ocorrido.

Segundo ela, o homem já teria oferecido dinheiro pela presença dela em eventos. “Tudo começa quando um homem veio atrás de uma amiga minha para fazer uma parceria. Ela não quis fazer a parceria, mas ela me indicou”, explicou a jovem. “Ele me propôs me dar um kit de maquiagem completo para e postar aqui no Instagram e marcar a loja dele, só isso. Aí eu comecei a perceber que na conversa, a gente conversava por WhatsApp. A conversa tava começando a ficar estranha, porque eu tinha 8 mil seguidores na época. Eu não era tão famosa, eu sei que eu não era famosa, sabe? Ele me oferecia cachês altos. Teve um show do Alok em Santa Terezinha, que é aqui perto, e aí ele falou bem assim: ‘Eu vou te dar camarote vip para você vestir as minhas roupas e você vai ganhar mil reais pra ir lá e fazer nada. Só que… fazer nada não, postar stories, só isso”, contou ela, que recusou o convite.

De acordo com Gabriela, ela continuou a receber mensagens e após alguns meses, Mirella teria entrado em contato com a jovem. “Para a Mirella ter vindo falar comigo, ela teve recebido algo”, afirma a influencer. “Não vou falar o nome, porque ainda tenho medo. Tenho medo de receber um processo. Estou contando isso, porque eu não gosto desse tipo de coisa. Eu tive cabeça para não aceitar. Mas e se fosse com outra menina? Um iPhone X, 5 mil reais? Qualquer um que tem a cabeça fraca vende o corpo. O pior é que eu tinha 16 anos, agora tenho 17. Está lá nos prints, tudo o que ela falou e o que ela fez. Eu acho que ela foi errada sim. Acho que ela recebeu sim para me vender e eu sinto muito por isso. Eu sinto que alguém tentou me vender”, termina Gabriela.

O nome de MC Mirella e a publicação ficaram entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil na noite de sábado (13).

Portal RedeTV! tentou contato com a assessoria da cantora, mas não obteve retorno.

Para a revista QUEM, o empresário de MC Mirella, Rogério Alves, disse desconhecer os fatos até o momento. “Em uma melhor oportunidade iremos nos posicionar. É uma maldade o que estão fazendo. A Mirella está em tour no Sul e chega na segunda-feira. E aí ela vai se posicionar”, afirmou ele.

Após a polêmica, a jovem Gabriela Rocha deletou suas contas no Twitter e no Instagram.

Atualmente, MC Mirella é um dos maiores nomes do funk carioca. Com mais de dez milhões de seguidores nas redes sociais, a funkeira coleciona hits de sucesso em parcerias musicais com nomes como MC Zaac e MC Pocahontas. A canção “Quer Mais?”, com Pocahontas, já ultrapassa a marca de 92 milhões de visualizações.

(Foto: Reprodução/Twitter)