Inverno vai terminar com frio intenso e geada no Sul do Brasil

Foto: NSC Tv/Reprodução

A entrada de uma grande e forte massa de ar frio de origem polar vai causar queda significativa na temperatura e até geada no Sul do Brasil no fim deste inverno.

Segundo análises projetadas nas simulações atmosféricas feitas em supercomputadores, uma grande frente fria vai avançar ao largo da costa da Região Sul no dia 19 de setembro. No entanto, este sistema não conseguirá provocar volumes de chuva muito expressivos.

Por outro lado, a intensa massa de ar polar que acompanha esta frente fria irá derrubar as temperaturas nos três estados do Sul do país, e a sensação será de muito frio principalmente entre os dias 19, 20 e 21. A primavera começa oficialmente no dia 22 de setembro, às 10h31 (horário de Brasília).



Com o frio intenso, mínimas abaixo dos 5ºC devem ser observadas em várias áreas, o que já pode ocasionar eventos de geada. Confira abaixo onde isso deve ocorrer, de acordo com projeções de modelos meteorológicos.

Ar frio em outras regiões

A massa de ar polar que vai entrar sobre a Região Sul também vai conseguir deixar as temperaturas mais baixas sobre áreas do Sudeste e até do Centro-Oeste, que têm sofrido com o calor intenso.

Em São Paulo, o frio mais intenso será sentido principalmente sobre a faixa leste do estado, que inclui a capital e o litoral. No entanto, as temperaturas também vão ficar mais amenas em áreas centrais paulistas, no Rio de Janeiro e no extremo sul de Minas Gerais.

No Centro-Oeste, a única área que terá alívio no calorão é o sul de Mato Grosso do Sul. Mesmo assim, não há chance de geada nesse local.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.