Influencer de moda estuda os últimos 10 anos de Coachella e compartillha as impressões de “marinheiro de primeira viagem”

“Notei que sempre tinha algo em comum entre eles, como o uso do estilo boho chic “adaptado” com a particularidade de cada uma”, declara Laura.

Divulgação/CO Assessoria
Laura Brito, radicada na Paraíba, uma das maiores  Youtubers  do estado no seu segmento, de customização, que é o famoso DIY, que significa ‘Do It Yourself’ em inglês ou ‘Faça você mesmo’ tem mais de 3 milhões de seguidores,  com diversos vídeos apresentando dicas de beleza e lifestyle, a blogueira coleciona fãs com o seu bordão “Olá, meu bem, tudo bem?”.
Divulgação/CO Assessoria
Nos últimos dias, ela compartilhou com seus seguidores uma curiosidade. Durante o festival, Laura estudou os últimos dez anos sobre como foi o Coachella, tudo com foco na moda em que os participantes escolhiam para curtir o evento, para estrear com o pé direito sua primeira ida ao festival. Como um marinheiro de primeira viagem, ela compartilhou suas impressões.
Divulgação/CO Assessoria
1. “O festival em si é mágico. São pessoas diferentes, se vestem para o evento, abusam e ousam nas produções. A inserção de arte dentro do evento é incrível. Existem alguns espaços feitos por artistas consagrados que podemos tirar fotos, filmar e tudo mais. Ah, nesse ano eles colocaram o palco que a Beyoncé fez o show dela ano passado para o pessoal conferir de perto. Achei interessante!”
2. “Sobre a sensação de estar pela primeira vez Coachella, é uma sensação que não sei nem explicar (risos). É tão incrível! Você vê tanta gente famosa circulando, shows de artistas fantásticos. Eu ainda me belisco pra acreditar que eu estive mesmo lá.”
“Sempre fiquei ligada nos looks usados no festival, principalmente aos das mulheres que mais me identifico e notei que  sempre tinha algo em comum entre eles, como o uso do estilo boho chic “adaptado” à particularidade de cada uma. E foi exatamente isso que fiz, mergulhei no estilo boho mas sempre trazendo um toque da minha identidade que é um estilo mais urbano.”
“A maior curiosidade do festival, a energia do evento em si… Não tem imagem que consiga mostrar o quão felizes as pessoas estão por estar lá.”