Índios e pequenos produtores vão ter apoio da Prefeitura para aumentar renda, diz Ibrahim durante visita à Tadarimana

Durante toda manhã desta quinta-feira (29/10), o candidato a vice-prefeito pela coligação “Unir para Crescer”, Ibrahim Zaher, esteve reunido com os Boe Bororo na Terra Indígena (TI) Tadarimana, onde ouviu os relatos dos indígenas sobre as demandas e dificuldades que vivem no dia a dia.

A reserva Tadarimana tem uma aérea total de 9.875 hectares e é dividida em nove aldeias satélites, Moto Okuwa, Divisa, Jurigue, Pobore, Apido Paru, Praião, Pobojari, Areme Ewororo e Central, com a população atual de 532 índios.

Durante a reunião, os caciques enumeraram as necessidades de cada aldeia entre elas a falta da infraestrutura, qualificação dos jovens, fortalecimento da agricultura familiar e valorização da cultura bororo.




O cacique geral da TI Tadarimana, Marcelo Koguiepa disse que neste momento é importante ouvir as propostas de todos os candidatos para que o povo bororo faça a melhor escolha. “Queremos conhecer os projetos, ouvir as propostas e também apresentar nossas reclamações principalmente nas áreas do meio ambiente, saúde, educação. Também precisamos garantir qualificação profissional com cursos para melhorar a renda das nossas famílias”, comentou.

Neste ano em especial, a TI Tadarimana vivencia duas crises que afetaram diretamente os indígenas, um incêndio que devastou quase 5 mil hectares da área total, com o agravante que boa parte dessa área concentrava as frutas e plantas medicinais utilizadas na aldeia. Além disso, durante esta pandemia foram confirmados cerca de 90 casos e dois óbitos por Covid-19.

Para Ibrahim, os serviços públicos como educação e saúde precisam chegar a todos, inclusive aos bairros mais distantes, às regiões rurais e também aos indígenas. “Viemos aqui hoje para ouvir nossos irmãos indígenas. Quando fui vereador conhecemos a realidade vivida por eles e temos que trabalhar para dar uma melhor condição de sustento para suas famílias. Nosso projeto prevê a oferta de cursos de capacitação e um forte investimento para fomentar a agricultura familiar – auxiliando os pequenos produtores rurais e também as comunidades indígenas”, disse.

A coligação “Unir Para Crescer” é composta pelos partidos MDB, PSB, PDT, PSC e Democratas.