Há 15 anos, Vila Aurora comemorava o seu primeiro estadual


A Sociedade Esportiva Vila Aurora comemora nesta sexta-feira (3) os 15 anos da conquista do seu primeiro e único título estadual. Para muitos, a conquista de 2005 foi um divisor de águas para o futebol de Mato Grosso, pois na prática foi a primeira vez, que uma equipe de Rondonópolis chegava ao topo do futebol local.

Para chegar a tal façanha, a diretoria do Vila, inovou: primeiro buscou patrocinadores individuais para os seus principais craques e cada camisa contava com o nome de uma empresa.  O segundo ponto importante trabalhado no Vila foi motivar os jogadores que vieram do União, o principal rival do Tigre. Ronaldo, Tironi, Calado, Joel e Carioca saíram do Colorado pela porta dos fundos e chegaram ao Vila com “sangue nos olhos” para ser campeão.

Joel, o Senhor das Bolas Paradas, vivia uma fase esplendorosa e foi peça fundamental. Aliado a isso, o Vila trouxe para comandar a equipe, o técnico Marcos Birigui, que antes do estadual ainda em Janeiro acompanhou a equipe na Copa São Paulo de Juniores e de lá trouxe jogadores como Thiago Fofão e Edimar.

Para completar, o Tigre foi em Primavera do Leste e contratou Coelho e Moreno e ainda apostou em jogadores como Kaká, Zé Luciano, Soares, Cristiano e Luizão.

Birigui trouxe para a sua comissão técnica o seu grande amigo Eduardo Henrique e os dois deram forma ao time que fez uma campanha irrepreensível foram 14 vitórias, oito empates e apenas quatro derrotas em 26 jogos.

O ataque do Vila marcou 52 gols, sendo que Moreno, artilheiro da competição fez 16.

Depois da conquista o Vila, disputou no mesmo ano, a Série C do Brasileiro e, por pouco, não subiu para a Série B, no ano de 2011, a equipe ainda venceu a Copa Governador. No últimos anos, a equipe decidiu se afastar das atividades profissionais.

O Vila, antes de vencer o estadual, foi campeã da terceira e segunda divisão de Mato Grosso.

Ficha Técnica da Final do Estadual de 2005

VILA AURORA – 3
Ronaldo; Tironi, Zé Luciano, Tiago Fofão, Kaká e Soares; Cristiano, Luizão e Joel (Torrinha); Moreno e Carioca (Edmar). Técnico – Marcos Birigui

OPERÁRIO – 1
Ernandes; Baiano, Peta, Marcelo do Ó, Evandro e Lucianinho; Kiko, Betinho e Elias (Fernando); Rinaldo e Gil (Eder Grillo). Técnico – Mosca
Gols – Carioca, aos 11 e 27 e Peta, aos 32 minutos do primeiro tempo e Luizão, aos 35 minutos, do segundo tempo
Árbitro – Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Local – Estádio Municipal Engenheiro Luthero Lopes – Rondonópolis