Fulô segue com passe valorizado mesmo longe de política

Fulô segue com passe valorizado mesmo longe de política

O ex-vereador de Rondonópolis Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB) está fora do cenário político há pouco mais de um ano. Mas nos bastidores, o experiente líder da Vila Operária segue respeitado.

Fulô teve participação direta na massificação do seu partido dentro da Vila Operária e ainda tem muita influência na região. Sua esposa, Elizabethe Oliveira, a Dona Bete é uma das grandes lideranças da igreja católica naquela comunidade. Uma de suas sobrinhas, Adriana Ferreira é Conselheira Tutelar, por vários mandatos e sempre eleita com votação expressiva.

Em resumo, a mão de Lourisvaldo ainda pesa.

Uma fonte informou ao Primeira Hora, que um dos militantes mais antigos do MDB e braço direito do cacique Carlos Bezerra vem sofrendo assédio de pelo menos dois grupos políticos. 

Estes grupos teriam sondado pessoas próximas ao ex-parlamentar, mas até o momento conversas objetivas ainda não aconteceram.

Fulô já foi presidente da Câmara de Vereadores em duas oportunidades. Na sua primeira gestão frente à Casa de Leis mudou o parlamento para o atual prédio.

O histórico emedebista é detentor de um recorde para poucos no Brasil.  Ele é o único vereador de Rondonópolis a ter seis mandatos consecutivos, sendo eleito em 1992 e reeleito em 96, 2000, 2004, 2008 e 2012.

Noticias Relacionadas