Festival internacional leva ciência para os bares de Rondonópolis

Primeira Hora

Primeira Hora

Foto: Arquivo Agência Brasil

Festival internacional leva ciência para os bares de Rondonópolis

A partir desta segunda-feira (22), Rondonópolis recebe a terceira edição do maior evento de divulgação e popularização científica do mundo, o Pint of Science. O festival é uma iniciativa que busca aproximar a ciência da sociedade de forma descontraída e acessível, reunindo cientistas e pesquisadores em bares e restaurantes para discutir temas relevantes em diversas áreas do conhecimento.

Durante os dias 22, 23 e 24, sempre às 19h30, os especialistas realizarão um bate papo informal em bares da cidade para compartilhar conhecimento e curiosidades. Este ano, o evento acontecerá em 123 cidades brasileiras e, de acordo com a organização, contará com a presença de mais de 600 pesquisadores. A expectativa é atrair um público de mais de 20.000 pessoas em todo o país.

O festival, criado em 2012 por cientistas britânicos, tornou-se mundialmente reconhecido por prezar pela diversidade de assuntos e habilidade dos palestrantes em realizar um diálogo amistoso com a plateia. O nome Pint of Science significa algo como caneca de ciência, uma referência ao tradicional copo de chope, que poderá ser degustado com os amigos entre uma fala e outra.

Atualmente, o evento possui escala internacional e tem como objetivo apresentar as últimas descobertas científicas, desmistificar polêmicas e debater questões sociais e culturais da atualidade por meio de uma linguagem que desperte o interesse de todos os públicos. A programação é variada e abrange temas como biologia, química, física, matemática, política, direito e tecnologia.

A terceira edição do Pint of Science em Rondonópolis é coordenada pelo professor Rodrigo Aranda, do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), e contará com a participação de docentes, pesquisadores e especialistas da instituição. O professor explica que “[…] com o tema ‘um brinde à ciência’, o festival busca estabelecer um diálogo aberto e informal entre cientistas e o público geral, proporcionando, assim, uma experiência única e divertida ao longo das noites.

Em Rondonópolis, três bares serão palco do festival contando com três apresentações por noite: Grand Beer, Draft e Casario. Na segunda-feira (22), os temas abordados serão o conceito de macho alfa e a masculinidade tóxica, os avanços da medicina e as possibilidades de vida para além do corpo, e a crescente interação entre humanos e as inteligências artificiais.

Na terça-feira (23), serão apresentadas as maneiras pelas quais a ciência pode ser encontrada no dia-a-dia, reflexões sobre a ansiedade na sociedade moderna, e as estratégias de inovação que podem ajudar no planejamento e gestão empresarial.

Na quarta-feira (24), os dilemas da relação entre humano e tecnologia, a adaptação da literatura para outras mídias, e a experiência do usuário no desenvolvimento de programas computacionais serão os tópicos debatidos.

+ Acessados

Veja Também