Ex-vereadores articulam para voltar à Câmara em 2020

vereadores vão tentar alternativas com diretoria do sanear



Pelo menos quatro dos ex-vereadores que não foram eleitos no processo eleitoral de 2016 começam a se preparar para um novo desafio nas urnas e cada um tem mantido dentro dos seus grupos trabalho dentro da estrutura política.

lei de estacionamento para gestantes e criança de colo é implantada em rondonópolis
Petista vai voltar à disputa em 2020

O ex- vereador Mauro Campos, que está filiado ao PT é um exemplo. Ele tem participado ativamente de reuniões do partido e do grupo que representa. Mauro ainda presta serviço de assessoria ao deputado estadual Valdir Barranco, que forma a bancada de oposição ao governador Mauro Mendes. Mauro ao que tudo indica é pré-candidato a vereador.

Na mesma toada, segue Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô, que é considerado o

Fulô participa de última sessão como suplente e agradece Thiago Muniz
Fulô vai disputar pelo MDBFoto: Assessoria

parlamentar com o maior número de mandatos da história de Rondonópolis, filiado ao MDB, o ex-vereador segue atuando no universo político e trabalhando como assessor do deputado estadual Thiago Silva.

Dico está filiado ao Solidariedade

Denilson Sodré, o  Dico, deve tentar voltar a Câmara e para isso está filiado ao partido Solidariedade do prefeito Zé Carlos do Pátio. Ele também está na assessoria de Pátio atuando dentro da secretaria de Governo.

O ex-vereador Cido Silva é outro que está trabalhando para voltar ao parlamento

Cido Silva foi vereador na Legislatura passada

municipal. Ele, no entanto, também atua como assessor parlamentar o deputado estadual Sebastião Machado Rezende.

Por outro lado, o ex-vereador Olímpio Alvis, já anunciou que não deve concorrer nas eleições de 2020 e que pretende apoiar um candidato ligado à sua família. Alvis é assessor do deputado estadual Nininho.

Milton Mutum, ainda não confirma, projeto político para 2020. Ele foi secretário de Desenvolvimento Econômico do prefeito Zé do Pátio e acabou deixando o cargo no final do mês de outubro.