Ex-professora assistente admite ter feito sexo com estudante de 14 anos

Foto: Divulgação/Police Handout

Uma ex-professora assistente, de 24 anos, de Illinois, no Centro-Oeste dos Estados Unidos, admitiu ter feito sexo com um estudante de 14 anos da escola em que trabalhava em 2019. O colégio era especializado em ensinar crianças com “desafios comportamentais e emocionais”, segundo o jornal “New York Post”.

Os relatórios do caso, de acordo com o jornal, afirmam que Allyssa Gustafson se declarou culpada na segunda-feira (21) por abuso sexual e por ainda ter engatado um relacionamento com o jovem tendo, pelo menos, cinco encontros sexuais com o adolescente a partir de março de 2019, quando ele estava matriculado na escola.

Ela teria se comunicado com o jovem pelo Facebook Messenger e Snapchat e enviado fotos de maiô e lingerie. O caso só teria sido descoberto quando a mãe dele achou fotos dela no celular dele.

Acusada desde 2019, Gustafson entrou em acordo com a justiça americana para que acusações mais graves fossem retiradas se ela admitisse o caso. O advogado de defesa planejaria solicitar que sua cliente cumpra fosse encaminhada pela uma pena de liberdade condicional e serviço comunitário.