Escocesa é deportada após receber R$ 2 mil para tirar virgindade de menor nos EUA

Escocesa é deportada após receber R$ 2 mil para tirar virgindade de menor
Reprodução/Facebook

A escocesa Sarah Louisse MacGill, de 28 anos, foi deportada após receber uma quantia equivalente a R$ 2 mil para tirar a virgindade de um jovem de 14 anos nos EUA. Ela atuava como garota de programa e hipnoterapeuta na Flórida.

Segundo o relato do adolescente, ele descobriu a mulher acessando um site. Os dois, então, combinaram de se encontrar em um hotel de Orlando onde consumaram o ato.

De acordo com o jornal britânico “Mirror”, Sarah poderia receber até 15 anos de prisão, mas na sentença divulgada, na última quarta-feira (29), o juiz optou pela deportação imediata da mulher.

No tribunal, a escocesa alegou que não conhece o adolescente e nunca teve relação com ele. Para a polícia, o jovem afirmou que se sentiu culpado por ter se encontrado com a mulher e que só fez isso pois sofria uma grande pressão para perder a virgindade.

Após o garoto entregar Sarah para os policiais, agentes foram até o quarto de hotel onde eles se encontraram e flagraram a mulher com outro cliente. Ela foi detida.