Em Nova Iorque, Jessica Barros fala sobre o Dia Internacional da Memória Transgênera

O Dia Internacional da Memória Transgênera ocorre todos os anos, no dia 20 de novembro, junto com o Dia da Consciência Negra.

Divulgação/CO Assessoria

No dia 20 de novembro, mesmo dia em que comemora-se o Dia Internacional da Memória Transgênera, a modelo transexual Jessica Barros falou sobre a importância de lembrar a data todo o ano.

Divulgação/CO Assessoria

“Assim como o Dia da Consciência Negra, que é lembrado todos os anos com ações e feriados, acredito que o Dia Internacional da Memória Transgênera merece a mesma importância”, disse.

Jessica prepara o lançamento do seu primeiro livro, que vai contar toda a trajetória da modelo, que já serviu o país pela Marinha do Brasil – Capitania dos Portos, ganhou um concurso de Miss Transexual, em 2006 e hoje vive na Europa.

Divulgação/CO Assessoria

A modelo realizou um ensaio em Nova Iorque, na grande metrópole, para falar sobre o seu livro. “Tenho orgulho da minha história, espero que meu livro possa ajudar muitas pessoas, de muitos lugares”.

Divulgação/CO Assessoria

O Dia Internacional da Memória Transgênera é dedicado à memória de todos aqueles que faleceram vítimas de violência transfóbica ou preconceituosa. Além de prestar homenagem aos falecidos trans (transexuais e transgênero), este dia serve como uma chamada de atenção para a violência sofrida na comunidade trans.