Criminoso que não voltou de saidinha é preso com arma e diz que roubava 20 celulares por dia

Picture of R7

R7

Suspeito era foragido da Justiça e estava nas ruas porque não retornou após saidinha - Reprodução/Record

Criminoso que não voltou de saidinha é preso com arma e diz que roubava 20 celulares por dia

PM suspeitou do comportamento e enquadrou foragido na Vila Olímpia, onde ele assaltou e obrigou mulher a desbloquear aparelho

Compartilhe:

A PM (Polícia Militar) conseguiu enquadrar e prender, na última quarta-feira (17), um procurado da Justiça que não havia retornado de uma saída temporária da cadeia. O foragido admitiu aos policiais que cometia, em média, 20 roubos de celular, com arma apontada para as vítimas, por dia.

O criminoso, que praticava assaltos à mão armada na região da Vila Olímpia e Brooklin, na zona sul de São Paulo (SP), estava com um revólver calibre 38 e uma moto roubada no momento da prisão.

A detenção aconteceu depois que policiais faziam um patrulhamento de rotina na região e suspeitaram de um homem em uma motocicleta. Ele tentou fugir, o que provocou uma perseguição.

Ao abordar o suspeito, durante a busca pessoal, os agentes localizaram a arma com cinco munições intactas. Quando questionado, ele confessou que cometeria roubos de celulares na região.

Pouco antes de ser preso, o criminoso foi gravado por uma câmera de segurança quando cometia mais um crime, ocorrido na Alameda dos Guaramomis, no bairro Indianópolis, na manhã de terça-feira (16).

Nas imagens, dá para a ver uma mulher entregar o aparelho ao homem, que devolve para que ela o desbloqueie. Após algumas tentativas, o criminoso foge com o telefone.

A moto utilizada pelo criminoso foi roubada no dia 8 deste mês. A vítima foi localizada e reconheceu o preso como autor do crime.

Ele relatou que voltava do trabalho em sua moto vermelha, quando foi abordado por dois suspeitos armados. Eles levaram o veículo e o capacete da vítima. A dupla foi bastante agressiva durante a abordagem e ameaçaram atirar.

A moto havia sido comprada havia um mês, não possuía seguro e ainda estava sendo paga. A vítima relatou que tinha esperança que o veículo fosse localizado.

O caso foi registrado no 27° Distrito Policial do Campo Belo.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp