Corrida e Caminhada Inclusão a Toda Prova celebra o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

A prova aconteceu no domingo, 1º de dezembro, no Ibirapuera, e contou com 17 mil participantes

Foto: Instituto Olga Kos

A 5ª Corrida e Caminhada Inclusão a Toda Prova, promovida pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK), aconteceu no domingo (1º). Foram dois circuitos: um de 6,1 km outro de 10km.

Mais de 17.000 pessoas com e sem deficiência participaram do evento, que se tornou tradicional na cidade de São Paulo (SP) e foi incluído no calendário oficial. Para Caetano Altenfelder, coordenador do departamento de esportes do IOK, a procura do público e o empenho das pessoas em correr pela causa e divulgá-la cresceu muito nestes cinco anos:

“A corrida colabora com a divulgação da inclusão. Apesar de ser um evento esporádico, as pessoas falam a respeito e divulgam mais. Ou seja, é necessário ter um evento grande para que todos fiquem cientes do dia comemorativo e da importância da inclusão na sociedade”.

O intuito é celebrar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado no dia  3 de dezembro, e mobilizar a população em prol da inclusão. A prática esportiva beneficia não somente o corpo e a qualidade de vida, mas, também, a capacidade emocional, cognitiva e social do indivíduo. Com este evento, o IOK pretende estimular as relações sociais entre o público em geral e conscientizar a população sobre a questão da deficiência.

Sobre o Instituto Olga Kos

O IOK atende cerca de 3 mil pessoas entre crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. Por meio de práticas esportivas como karatê e taekwondo e de oficinas de artes o Instituto Olga Kos estimula o desenvolvimento motor, melhora a qualidade de vida e amplia os canais de comunicação e expressão das pessoas com deficiência.

Parte das vagas dos projetos é destinada a pessoas sem deficiência que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos 40 locais onde as oficinas são realizadas na capital paulista. Desta forma, pretende-se possibilitar uma maior interação entre pessoas com e sem deficiência. Saiba mais em www.institutoolgakos.org.br