Corpo de rondonopolitano encontrado morto não apresenta sinais de violência, afirma polícia

Picture of Redação Primeira Hora

Redação Primeira Hora

Foto: Rede Social

Corpo de rondonopolitano encontrado morto não apresenta sinais de violência, afirma polícia

Compartilhe:

O corpo de Rodrigo Mendes da Silva, localizado na tarde de quinta-feira (27) em um tanque de criação de peixes de uma propriedade na zona rural de Chapada dos Guimarães, não apresentava sinais de violência, segundo o delegado Mário Santiago.

O jovem, de 19 anos, morador de Rondonópolis, estava desaparecido desde sábado (22), quando participava de um evento religioso em uma chácara na Comunidade Rio do Peixe, às margens da Rodovia Emanuel Pinheiro, e se distanciou após se sentir desconfortável, ainda conforme o delegado.

Santiago informou ainda que na propriedade onde o corpo foi localizado não havia rastros de veículos e o cadeado da porteira estava fechado.

“Acredito que ele não tenha sido levado à força para lá, mas as investigações irão determinar todas as circunstâncias do fato”, acrescentou.

O caso é acompanhado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, por meio do Núcleo de Pessoas Desaparecidas.

Evento

O jovem participava de um evento religioso no local no fim de semana em que desapareceu. Segundo a família dele, o convite para o retiro partiu de um amigo.

Segundo a polícia, Silva se distanciou das pessoas, após se sentir “desconfortável”. Durante as buscas, as roupas, o crachá, o celular dele com dinheiro foram localizados em uma área de mata.

O corpo foi encontrado por um funcionário da propriedade rural e estava, segundo a polícia, em estado avançado de decomposição.

Com informações do G1 MT.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também