Com tecnologia e assistência técnica, Nordeste será a próxima região de desenvolvimento do Brasil, diz ministra

Para Tereza Cristina, programa Agronordeste será fundamental para massificar a assistência técnica na região

Marcello Casal/Agência Brasil

Em live com diretores do Banco Nordeste para apresentação do Plano Safra 2020/2021 da instituição, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quinta-feira (2) que o Nordeste é a próxima região de desenvolvimento de sucesso no Brasil. Para ela, com tecnologia e assistência técnica é possível aproveitar as características e a posição privilegiada da região para aumentar a produtividade.

“Temos que fazer uma política especial para o Nordeste brasileiro. O nosso aumento de produção e de produtividade está aí. Nós já temos várias ilhas de excelência, mas temos que democratizar e massificar essa tecnologia para que chegue a um número maior de produtores rurais”, disse, citando o Programa Agronordeste, lançado no ano passado pelo Mapa para impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural da região.

Tereza Cristina ressaltou que a parceria com o Banco do Nordeste é fundamental para o desenvolvimento da região.” Vocês estão no caminho certo, apostando na agricultura e fazendo com que esse crédito chegue ao pequeno produtor”, disse a ministra.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolin, destacou que a missão do banco é apoiar o desenvolvimento da Região Nordeste, financiando, além da indústria, comércio, serviços e infraestrutura, o agronegócio. “O agronegócio é muito importante para o PIB dos estados em que a gente atua e para a nossa missão de promover esse desenvolvimento. Por isso apoiamos desde o mini produtor rural até a grande empresa rural”.

Para ele, o Agronordeste é uma importante estratégia para ampliar as parcerias na região e ver quais são as soluções necessárias para ampliar o desenvolvimento agronegócio na região, gerando oportunidade de emprego e renda para a população.

Também participaram da live o presidente da CNA, João Martins, e o deputado federal Julio Cesar (PSD-PI), além de diretores do banco.

Plano Safra do Banco do Nordeste

O BNB investirá R$ 8,26 bilhões no Plano Safra 2020/2021, valor 6% superior ao orçamento disponibilizado para o Banco no Plano Safra 2019/2020. Os recursos vão possibilitar o atendimento a 590 mil produtores da região.

Segundo o Banco, o Plano Safra contempla prioritariamente agricultores familiares, mini, pequenos e médios produtores rurais,  oferecendo melhores condições de financiamento e juros mais baixos. A prioridade do BNB, alinhada com o Governo Federal, abrange projetos de inovação, energia solar, irrigação, pesca, aquipesca, dentre outros.

Clique aqui par ouvir a matéria da Rádio Mapa