Aylon se derrete em elogios a Pátio e critica política extremista

Picture of Lucas Franco Perrone / Primeira Hora

Lucas Franco Perrone / Primeira Hora

Aylon se derrete em elogios a Pátio e critica política extremista

Vice-prefeito diz direita raiz está enterrada e defende gestão do prefeito Zé Carlos do Pátio

Compartilhe:

O vice-prefeito Aylon Arruda, definitivamente vive clima de harmonia com o prefeito Zé Carlos do Pátio e está a cada vez mais engajado no projeto do grupo do prefeito.

Aylon resolveu apostar no grupo do prefeito para a disputa do ano que vem e tem se derretido em elogios a Zé Carlos do  Pátio. “Essa é a melhor gestão que essa cidade já teve”, disse em entrevista ao Bom Dia Cidade, na 104 FM, na semana passada.

O vice-prefeito que disputa uma espécie de campanha interna com Paulo José Correia, presidente do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) e com o empresário Carlos Augustin, o Têti, o direito de ser candidato das chamadas forçar progressistas, grupo que conta com 11 partidos, a maioria que estava no projeto de Pátio em 2020.

“Time que está ganhando não se mexe, não faz sentido a gente trocar agora”, disse o vice ao avaliar o grupo.

Por outro lado, ele reconhece que não tem garantias no grupo de Pátio que vai ser candidato no ano que vem. “É muito cedo ainda para definirmos quem será o candidato; Lá na frente temos que unir forças para eleger o candidato desse grupo”, disse.

Aylon ainda de forma velada criticou adversários e condenou o discurso de direita e esquerda nas eleições municipais.  “ Mais importante de que ser de direita e ser de esquerda é ser para frente,  o importante não é nada disso, o importante é  sim melhorar a vida das pessoas”, disse.

Na mesma entrevista, ele ainda disse que o extremismo não contribui para o debate. “Ele (extremismo)  atrapalha o debate, pois é uma forma de ocultar as propostas destes candidatos, eles acabam não mostrando o que eles realmente tem de bom”, completou.

Aylon  que afirmou em votar em Bolsonaro para presidente, explica que o importante é desenvolver projetos para a cidade. “Essa história de direita raiz, está enterrado em baixo da terra; Direita ou esquerda não agrega e não soma, o que soma é o que cada um tem a apresentar a população”, completou.

O vice-prefeito Aylon Arruda, definitivamente vive clima de harmonia com o prefeito Zé Carlos do Pátio e está a cada vez mais engajado no projeto do grupo do prefeito.

Aylon resolveu apostar no grupo do prefeito para a disputa do ano que vem e tem se derretido em elogios a Zé Carlos do  Pátio. “Essa é a melhor gestão que essa cidade já teve”, disse em entrevista ao Bom Dia Cidade, na 104 FM, na semana passada.

O vice-prefeito que disputa uma espécie de campanha interna com Paulo José Correia, presidente do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) e com o empresário Carlos Augustin, o Têti, o direito de ser candidato das chamadas forçar progressistas, grupo que conta com 11 partidos, a maioria que estava no projeto de Pátio em 2020.

“Time que está ganhando não se mexe, não faz sentido a gente trocar agora”, disse o vice ao avaliar o grupo.

Por outro lado, ele reconhece que não tem garantias no grupo de Pátio que vai ser candidato no ano que vem. “É muito cedo ainda para definirmos quem será o candidato; Lá na frente temos que unir forças para eleger o candidato desse grupo”, disse.

Aylon ainda de forma velada criticou adversários e condenou o discurso de direita e esquerda nas eleições municipais.  “ Mais importante de que ser de direita e ser de esquerda é ser para frente,  o importante não é nada disso, o importante é  sim melhorar a vida das pessoas”, disse.

Na mesma entrevista, ele ainda disse que o extremismo não contribui para o debate. “Ele (extremismo)  atrapalha o debate, pois é uma forma de ocultar as propostas destes candidatos, eles acabam não mostrando o que eles realmente tem de bom”, completou.

Aylon  que afirmou em votar em Bolsonaro para presidente, explica que o importante é desenvolver projetos para a cidade. “Essa história de direita raiz, está enterrado em baixo da terra; Direita ou esquerda não agrega e não soma, o que soma é o que cada um tem a apresentar a população”, completou.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp