Aula inaugural marca retomada das aulas presenciais na rede municipal de Várzea Grande

Aula inaugural marca retomada das aulas presenciais na rede municipal de Várzea Grande

O ensino híbrido será de forma escalonada, ou seja, com rodízio semanal. Em uma semana ficam 50% dos alunos com atividades presenciais, em sala de aula, e os outros 50% de forma remota

A aula inaugural realizada na manhã desta segunda-feira (02.08), na Igreja Batista Nacional (IBN), bairro Cristo Rei, marcou o início das atividades do segundo semestre do ano letivo e a retomada das aulas presenciais, que serão de forma híbrida, nas redes públicas de ensino estadual e municipal de Várzea Grande. Há 15 meses as aulas estavam sendo realizadas de forma remota nas duas redes.

O evento contou com as presenças do prefeito Kalil Baracat, do vice-prefeito José Hazama, do secretário de Educação de Várzea Grande, Silvio Fidelis, do secretário de Estado de Educação, Alan Porto, vereadores de Várzea Grande e profissionais da educação, entre eles, diretores e coordenadores das unidades de ensino das redes municipal e estadual de Várzea Grande.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, destacou que os alunos retornam para as salas de aula nesta terça-feira com o ensino de forma híbrida, mas com todos os cuidados e protocolos de biossegurança, seguindo as normas e orientações dos órgão de Saúde e do Ministério Público Estadual.

“Aqui em Várzea Grande estamos fazendo essa organização em conjunto com o Estado e essa parceria vai fazer a diferença. Teremos muitos projetos e muitas coisas boas a serem encaminhadas para este semestre nas nossas unidades de ensino. Teremos muitos desafios, mas também muitas conquistas”.

O secretário destacou ainda que, na rede municipal, o ensino híbrido será de forma escalonada, ou seja, com rodízio semanal. Em uma semana ficam 50% dos alunos com atividades presenciais, em sala de aula, e os outros 50% de forma remota. “Temos um compromisso assumido com os pais, que têm a opção de escolher se o filho permanece de forma remota ou presencial. São eles que vão autorizar se o filho volta ou não para a sala de aula”, informou o secretário.

Segundo o prefeito Kalil Baracat, Várzea Grande está retomando as aulas de forma presencial, porém, se houver uma crise e aumento da pandemia, que comprometam a retomada das aulas, as mesmas serão suspensas novamente. “Não queremos comprometer a vida de ninguém, mas sim levar um ensino de qualidade aos nossos alunos”, disse o prefeito, lembrando que o município tem a tranquilidade em retomar as aulas porque estão tomando todos os cuidados necessários.

O secretário Alan Porto ressaltou que há um ano e meio as salas de aulas estão vazias, com aulas apenas de forma remota e é preciso que elas sejam retomadas de forma presencial com urgência para recuperar a aprendizagem dos alunos. “Retomar as aulas de forma presencial não quer dizer que o professor não estava desenvolvendo o seu trabalho, pelo contrário, estava sim e com excelência, mas dentro da medida do possível, pois sabemos que a aula remota não é eficiente e eficaz. Além disso, a ciência já revelou que a sala de aula é um ambiente seguro para os alunos e as escolas estão preparadas para essa retomada. Nosso foco agora é o estudante. Vamos trabalhar juntos para recuperar a aprendizagem dele”, destacou.

A psicóloga e educadora Camila Cury, idealizadora do maior programa de educação socioemocional do Brasil, o Escola da Inteligência, proferiu a palestra “O acolhimento socioemocional no retorno das atividades presenciais”. Ela enfatizou que o momento que todos estão passando é desafiador e o professor precisa gerenciar as suas emoções para educar os alunos e para que também aprendam a ter resiliência, pensar antes de agir, não desistir, ter perseverança e trabalhar as suas frustrações. “Assim, formarmos uma geração cada vez mais saudável e preparada para os desafios da vida. Quando falamos de gestão da emoção, de lidar com as nossas ansiedades, medos e conflitos é fundamental um processo escolar. Eu levanto a bandeira há mais de 12 anos de que não se faz uma educação de excelência se não cuidarmos das nossas emoções, ainda mais em tempos tão difíceis como esse que estamos vivendo”, observou.

O evento contou ainda com a palestra “Recuperação da Aprendizagem Pós-Pandemia”, proferida pela professora e gestora pública Cláudia Costim.

Na oportunidade foi apresentado um vídeo sobre o programa Escola em Tempo Ampliado (ETA), que é realizado em 28 unidades de ensino da rede municipal.

O secretário Alan Porto parabenizou o prefeito Kalil Baracat e o secretário Silvio Fidelis pelo programa. “É emocionante ver o olhar diferenciado e a priorização da educação aqui no município de Várzea Grande. Agradeço ao prefeito e toda a sua equipe por esse olhar especial com a educação e por fazer esse trabalho em conjunto com o Estado. Quem vai ganhar com isso são os profissionais da educação e, principalmente, os estudantes”.

A vereadora Gisa Barros lembrou que tem um filho que estuda na rede pública de Várzea Grande e que participou do ETA, o que contribuiu para fazer uma transformação na vida dele. “Ele passou meses tratando de uma depressão e o ETA o tirou dessa depressão. Eu posso falar com convicção que esse programa faz com que as crianças deixem de ter esse tipo de transtorno. A importância da educação vai muito além de passar conhecimento teórico, através das disciplinas curriculares, ela é um fator que transforma e promove o bem social”.

Noticias Relacionadas