Amigos dão último adeus a Inspetor Duarte


O corpo do inspetor aposentado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Célio Marcos Duarte, foi sepultado neste sábado no Cemitério da Vila Aurora. Ele faleceu,  na sexta, em Rondonópolis, aos 69 anos.

Célio ficou internado na UTI por 40 dias depois de ter sofrido um AVC e morreu em decorrência de uma parada cardíaca.

O PRF Duarte, como era conhecido em Rondonópolis, era natural de Maracaí, no estado de São Paulo, atuou durante dois anos na Polícia Militar paulista antes de ingressar na Polícia Rodoviária Federal, em 1974. Na PRF, atuando na 2ª Delegacia, situada em Rondonópolis, chegou ao posto de inspetor e fez história pelo perfil sempre presente e atuante de trabalhar. Ele era conhecidíssimo na cidade, tanto na atuação como PTR como no trabalho social e político. Duarte estava sempre presente em eventos da cidade.

Nas eleições municipais de 2000, o PRF Duarte chegou a disputar uma cadeira na Câmara Municipal, pelo PT. Terminou a eleição com 93 votos e, depois disso, não disputou mais nenhum pleito eleitoral.

Ele deixa a esposa, três filhos e sete netos. Em nota, a PRF lamentou a morte do inspetor.