Secretaria de Justiça entrega mais R$ 8 milhões em uniformes e equipamentos

Secretaria de Justiça entrega mais R$ 8 milhões em uniformes
Mayke Toscano/Gcom-MT

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, entregou nesta quarta-feira (04.07) R$ 7.884 milhões em aquisições feitas para o sistema penitenciário estadual, como uniformes para agentes penitenciários, armamentos, equipamentos de informática e para oficinas de costura e padaria destinados às unidades prisionais de Mato Grosso.

A Secretaria adquiriu ainda 19 veículos operacionais que serão entregues pelo contratante ainda neste mês. O governador Pedro Taques e o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Fausto Freitas, entregaram o fardamento e equipamentos.

A Sejudh investiu R$ 690 mil na aquisição de 4.340 conjuntos de uniformes (calças e gandolas) para agentes penitenciários. Além disso, os profissionais também receberão bonés, cintos e camisetas que compõem o kit uniforme.

O investimento é com recursos próprios da secretaria e representa um anseio antigo da categoria, que agora terá uniformidade na vestimenta operacional.

“Esta data precisa ser comemorada, porque estamos avançando todos os dias e construindo um novo futuro para o estado de Mato Grosso. Estes uniformes significam orgulho, significa reconhecer o bom trabalho feito por vocês. Tenho orgulho dos avanços que tivemos no Sistema Penitenciário e só as pessoas desinformadas negam isso”, pontuou Taques.

Junto com os kits de uniformes, a Secretaria de Justiça fez outras aquisições para atividades do Sistema Penitenciário estadual, como os equipamentos para ampliação da oficina de costura e malharia da Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, em Rondonópolis.

Por meio de um convênio com o Departamento Penitenciário Nacional foram adquiridas 13 máquinas de costura galoneira industrial; 12 máquinas interlock, 29 máquinas de overlock, 13 máquinas de costura reta; 11 facas ajustáveis para corte de tiras, 11 máquinas elastiqueiras, e ainda bebedouros elétricos de 20 litros e industriais.

A penitenciária de Rondonópolis receberá ainda equipamentos para montagem de uma oficina de panificação. O local da padaria já está preparado para a montagem dos equipamentos que são: fornos industriais, modeladoras de pães, geladeira comercial, batedeira industrial, mesas, fritadeira e liquidificador industrial, formas, vitrine, cilindro, kits salgado e panificação.

Os dois convênios para a unidade prisional representam um investimento de R$ 371,793 mil.

O secretário Fausto Freitas avalia que a aquisição dos maquinários para a padaria e a costura auxiliarão a penitenciária a ampliar as frentes de trabalho na unidade, além de contribuir para reduzir custos na alimentação, uma vez que parte do café da manhã destinado aos custodiados poderá ser produzido no local.

“Investir em atividades laborais com os presos traz um bom retorno para a administração penitenciária”, argumenta Fausto.

Sistema de gestão

Com recursos recebidos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), destinados a aprimorar e dar mais qualidade às atividades desenvolvidas pelos agentes penitenciários, a Sejudh investiu R$ 1,215 milhão na compra de equipamentos para instalação do Sistema de Gestão Penitenciária.

Foram adquiridos computadores e periféricos para colocar em operação nas unidades prisionais o sistema que permite integrar informações e atender demandas específicas da administração penitenciária como dados gerais do custodiado como histórico de passagens, prazos processuais, cumprimento de pena, entre outros dados de pessoas custodiadas.

Novos veículos

Também com recursos do Funpen 2017, a Sejudh adquiriu mais 19 veículos operacionais para escolta e transporte de presos, que serão entregues às unidades até o final deste mês. As camionetes custaram R$ 3.648 milhões e serão destinadas às unidades prisionais da capital e interior.

Armamentos e munições

Dando continuidade à ampliação em equipamentos de segurança, a Sejudh adquiriu mais 190 armas de diferentes calibres, além de munições letais e não-letais, num investimento de R$ 1,962 milhão.

“Os investimentos na qualidade de vida e segurança dos agentes são de extrema importância para o bom desempenho do sistema, pois quanto mais reforço nos equipamentos individuais mais facilidades terão para enfrentarem situações adversas”, avalia o secretário Fausto Freitas.