PM tem dedo dilacerado em ocorrência que resultou em morte de criminosos

PM tem dedo dilacerado em ocorrência que resultou em morte de criminosos

Três indivíduos com diversas passagens criminais acabaram mortos em diferentes ocorrências policiais na noite de segunda-feira (13.08), sendo uma delas em Várzea Grande e outra em Cuiabá.

Na de Várzea Grande, um policial militar foi atingido na mão esquerda e teve o dedo polegar dilacerado.

Os policiais do 4º Batalhão estavam em ronda pelo bairro Jardim Potiguar, por volta das 20h30, quando ouviram um tiro e ao verificar a situação, foram informados de que se tratava de um homicídio.

Segundo moradores, dois indivíduos em um veículo Gol branco atiraram contra um casal numa residência do Jardim Potiguar, que seria um ponto de comercialização de drogas, e que os suspeitos estariam nas proximidades.

Ao abordá-los, com apoio de outras viaturas, o motorista do Gol empreendeu fuga com arrancada brusca.

Durante o acompanhamento, Vancley dos Santos e Silva, 18 anos que estava como passageiro do veículo atirou várias vezes contra a viatura policial, que revidou a  agressão sem atingi-los.

O pneu do veículo estourou e o condutor Huemerson Viana dos Santos, 26, perdeu o controle da direção do Gol que girou na pista.

Assessoria

Vancley  saiu do carro atirando com um revólver calibre 38 de numeração raspada e acertou a mão esquerda de um dos soldados que participava da ação.

O tiro dilacerou o dedo polegar do policial, que foi submetido a uma cirurgia para reconstrução do membro e continua em observação médica, mas não corre risco de vida.

Outro policial da equipe revidou a agressão e acertou o suspeito Vancley.

Com o suspeito haviam cinco munições deflagradas.

Huemerson  também apontou a pistola Glock calibre 380 contra uma viatura policial que se aproximava.

Os policiais revidaram e acabaram atingindo o indivíduo.

Ele possuía um carregador com 6 munições intactas.

O local foi isolado e a própria viatura conduziu a vítima com vida até o Pronto Socorro de Várzea Grande, mas o suspeito acabou morrendo.

Já o soldado PM foi submetido a uma cirurgia e está fora de risco de vida.

As referidas armas dos suspeitos foram encaminhadas para a Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) para investigação relativa ao homicídio do casal, Jhonatan Willian Marques Ramos, 29 anos e Elza das Dores Mota, 41 anos.

Cuiabá

A outra ocorrência foi registrada às 22h30, por conta de um roubo de automóvel, sendo que os dois indivíduos, Lucas Souza Silva, 20 anos, e outro como sendo Alif de tal, conhecido como Esticadão abordaram a vítima no bairro Jardim Mariana, em Cuiabá e roubaram um Logan preto e fugiram para o bairro Santa Rosa.

Policias da base do Ribeirão do Lipa e da Rotam saíram em rondas para localizar suspeitos e foram avisados pelo proprietário que o veículo estaria ao lado de um hotel.

Ao chegar no endereço os policiais avistaram os suspeitos em um ponto de ônibus da Avenida Antártica, mas eles correram atirando contra os policiais.

Ao revidar a agressão, os policiais acertaram o suspeito ‘Esticadão’,  que veio a óbito.