Zeladora conclui faculdade e mostra gratidão pelo trabalho em fotos inusitadas da formatura

A auxiliar de limpeza em Rondônia pagou a faculdade com a renda do trabalho

Max Fotografia



Acreditando no poder de mudar de vida através da educação, a zeladora Érica Alves dos Reis (30) conseguiu realizar o sonho de fazer uma faculdade. Ela que trabalha há cinco anos limpando o Hospital Municipal Sandoval de Araújo, em Jaru, Rondônia, fez um ensaio inusitado para as fotos de formatura. Rodo, carrinho de limpeza, vassoura, água sanitária e outros itens de limpeza que fazem parte do cotidiano da zeladora compuseram o cenário fotográfico.

Érica concluiu a graduação em educação física, em agosto do ano passado. O feito só foi possível, segundo ela, porque usou o salário para pagar as mensalidades do curso.

“Desde 2014 estou nessa função e vejo minhas colegas trabalhando na limpeza há 20 anos; algumas delas se aposentam nessa atividade, mas eu não quero ficar nessa área por muito tempo. Não é por orgulho, mas não quero fazer esse trabalho a vida toda”, conta.

Para demonstrar a gratidão pelo trabalho no hospital, Érica fez as fotos da formatura dentro da unidade hospitalar, utilizando os próprios equipamentos que usa diariamente. No ensaio profissional, com direito a beca, canutilho e capelo, ela é fotografada com o rodo, o carrinho com os materiais de higiene e baldes, exaltando, através das imagens, a função digna que desempenha e a origem da renda que a manteve na faculdade.

Autodenominada sonhadora, a zeladora tem pretensões ainda maiores para os próximos anos. “Eu quero fazer Enfermagem ou Medicina, mas ainda não tenho condições de pagar as mensalidades. Para isso, preciso de ajuda com uma bolsa de estudo. Minha intenção é continuar ajudando as pessoas e, de preferência, nesse mesmo hospital”.

Assim como Érica, milhares de pessoas que não têm condições de pagar a faculdade podem contar com a ajuda do Educa Mais Brasil, o maior programa de fomento à educação do país. Com ele, é possível conseguir descontos de até 70% em muitas instituições ensino, com uma infinidade de cursos disponíveis.