Vizinho mata mulher e depois se joga do prédio

Marido da mulher que foi assassinada sem motivo por um vizinho se pronuncia

Foto: Divulgação/ Redes sociais

O marido de Aline dos Santos Viana, de 32 anos, que foi assassinada pelo seu vizinho, se pronunciou nesta segunda-feira(12). O caso aconteceu na sexta-feira (9), em um prédio na Rua Silva Teles, no bairro Parque São Vicente, no litoral de São Paulo.

O crime foi revelado pelas imagens das câmeras de segurança da garagem do edifício.  Homem de 36 anos,  pediu para que Aline abrisse uma porta para ele, que estava sem chave. Nesse momento, o suspeito aproveitou para dar um soco na vítima, já que ela estava de costas, depois ele arrastou ela para a escadaria, onde Aline foi encontrada morta. Até o momento a polícia não divulgou as causas da morte.

O marido de Aline sentiu falta da sua esposa após receber ligações da chefe dela, dizendo que ela não foi ao serviço. Em seguida, ele pediu ajuda ao síndico para olhar as câmeras de segurança do prédio, pois tinha encontrado as chaves da moto na ignição, onde viram a agressão e a vítima sendo arrastada.

Quando viu a cena, o marido de Aline foi correndo para as escadas, onde encontrou o corpo de sua esposa sem vida. Acionou a Polícia Militar, que seguiu as pegadas de sangue até o apartamento do suspeito. Quando chegaram no apartamento ele iniciou um incêndio e se jogou do prédio.

O marido de Aline se mostrou bem abatido com o fato e desacreditado em entrevista ao G1. Ele menciona que a vítima foi apenas gentil com um vizinho e cria hipóteses de que poderia ter incentivado o assassinato, e também alega que sua esposa e ele não tinham contato com o vizinho.  Infelizmente, Aline deixou, marido e duas filhas, uma de 7 meses e outra de 3 anos.