Viih Tube diz que já faturou “três prêmios do Big Brother Brasil” após participação

Quem Online

Quem Online

Foto: Reprodução/Instagram

Viih Tube diz que já faturou “três prêmios do Big Brother Brasil” após participação

Viih Tube abriu o coração sobre sua vida amorosa e o impacto que o Big Brother Brasil teve em sua vida. A jovem de 21 anos de idade, que ficou conhecida por participar do BBB21, disse não ganhou pela participação, mas colheu os frutos depois.

“Trabalhei mais uns meses antes de ir. (…) Eu nem vejo quanto está o meu publi, confio na minha equipe. Estou ganhando três ou quatro vezes mais [do que antes]. Juntando dá três prêmios do Big Brother Brasil”, explicou Viih em entrevista ao colunista Léo Dias.

A influenciadora falou ainda sobre a fama atual de “pegadora” e que não acredita em relacionamento aberto. “Se eu começar a gostar de alguém não vou querer ver com outra pessoa. Nem vontade de ficar… Comigo não daria certo [relacionamento aberto]. Eu namorei a vida inteira. A Viih Tube certinha existe, mas está bem guardadinha! Quando cansar, eu vou falar que quero namorar”, afirmou Viih. “Meus pais já sabem como sou, não são [conservadores] (…). Safadeza… Só isso que o povo quer saber de mim, quem estou pegando!”.

A ex-BBB contou que já levou foras. “Eu dou em cima, né? A maioria sou eu que chego. Depois que viram que eu pego todo mundo, ficaram mais soltinhos. Antes só eu tinha que ir! Os anônimos têm muito pé atrás. Para dar um beijinho tanto faz. Mas um envolvimento maior, prefiro alguém do meio [do entretenimento]. Vai entender muito mais, se fã parar para tirar foto, ter que viajar.”

Ela disse que ainda tem um “radar de biscoito” para saber quem está se aproximando por interesse. “Se pergunta muito sobre minha vida profissional, sei que estão querendo saber sobre Viih Tube e não Vitória. Dá para saber quando a pessoa é real. (…) Se for legal, engraçado, me conquistou. Nem olho para a aparência! Se bater a energia, se for leve, nem ligo [para beleza]. Beijo muita gente, mas para trazer para dentro de casa, duas, no máximo”, contou ela, que falou ainda sobre a cultura de cancelamento nas redes sociais.

“Com o tempo fui ficando com medo da internet, foi ficando tóxico. (…) A internet estava cansando, dava medo de abrir o celular. Até que parei de me cobrar tanto e fui ser mais feliz comigo mesma”, revelou.

+ Acessados

Veja Também