Vereador Batista da Coder defende a implantação do cartão-merenda escolar para estudantes de baixa renda, durante isolamento social

Projeto que institui a divulgação do uso de Bengala Verde é aprovado



O vereador Batista da Coder (SD) propôs ao prefeito Zé Carlos do Pátio e ao Comitê de Combate ao Coronavírus, a adoção do cartão-merenda escolar em Rondonópolis.

O parlamentar explicou que a medida é importante para atender alunos de baixa renda da rede pública municipal, que devido ao isolamento social estão sem aulas e sem merenda escolar.  Há uma parcela considerável de estudantes de Rondonópolis que dependem da merenda para garantir a alimentação. 

Documento protocolado pelo vereador pedindo a implantação do vale-merenda em Rondonópolis

Batista cita como exemplo a medida adotada pela prefeitura de Florianópolis, em Santa Catarina. Na capital catarinense, segundo o vereador, os alunos de baixa renda recebem um cartão com carga de R$ 100, 00 que é utilizado em uma rede credenciada, única e exclusivamente para a aquisição de alimentos. 

O referido cartão tem a validade, de acordo, com o período de fechamento das escolas.