Velejador e cadela são encontrados após 2 meses à deriva no Pacífico

Picture of BBC

BBC

Tim Shaddock foi resgatado esta semana — Foto: 9NEWS/via BBC

Velejador e cadela são encontrados após 2 meses à deriva no Pacífico

Compartilhe:

Um australiano que sobreviveu dois meses no Oceano Pacífico à base de peixe cru e água da chuva está “bem e estável”, segundo o médico que avaliou o náufrago.

O australiano Tim Shaddock, de 51 anos, e a cachorra Bella saíram do México em direção à Polinésia Francesa em abril, mas a embarcação em que eles estavam foi danificada por uma tempestade várias semanas depois.

A dupla foi resgatada por um barco de pesca depois que um helicóptero a avistou em alto mar.

O médico a bordo da embarcação de resgate disse ao canal 9News, da Austrália, que o homem tinha “sinais vitais normais”.

Shaddock embarcou para a viagem de mais de 6 mil quilômetros da cidade mexicana de La Paz — mas logo ficou à deriva, depois que componentes eletrônicos da embarcação foram afetados pelo mau tempo.

A situação deixou o marinheiro e o cachorro sem rumo no vasto e hostil Oceano Pacífico Norte.

Quando finalmente foram encontrados nas proximidades da costa oeste do México, dois meses depois, o homem estava muito mais magro e com uma barba crescida.

“Passei por uma provação muito difícil no mar”, disse ele em um vídeo obtido pelo canal 9News. “Só estou precisando de descanso e boa comida, porque estou sozinho há muito tempo. Fora isso, estou muito bem de saúde.”

Shaddock disse que o equipamento de pesca o ajudou a sobreviver.

Ele também conseguiu evitar queimaduras solares abrigando-se sob a cobertura da embarcação.

Logo após o resgate, ele foi visto sorrindo enquanto tinha a pressão arterial medida pelo braço.

Shaddock também já consegue comer pequenas refeições.

O barco pesqueiro que fez o resgate agora está voltando para o México, onde o náufrago passará por exames médicos e receberá mais tratamentos, se necessário.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também