Tudo sobre canudos sustentáveis

No Brasil, os canudos de plástico, assim como as sacolas plásticas, já foram
proibidos em inúmeras cidades. São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, já
aderiram à nova lei. Entretanto, a mobilização para diminuir a utilização do
plástico não se restringe ao nosso país, abrangendo, na verdade, o mundo
inteiro.

Com isso, a procura pelo canudo biodegradável, comestível e reciclável tem
aumentado consideravelmente, porém a realidade é que a população ainda sabe
muito pouco sobre os canudos sustentáveis.

Por que usar canudos sustentáveis?

A utilização de plástico trouxe consequências desastrosas para o meio ambiente. Os canudos compostos por esse material não são biodegradáveis, podendo levar até 1.000 anos para se decompor totalmente e, além disso, representam 4% do lixo plástico de todo o planeta.

Canudos sustentáveis são alternativas ecologicamente corretas para a continuidade do uso de canudos. E, além de não prejudicarem o meio ambiente,
possuem o mesmo desempenho dos canudos descartáveis.

Opções de canudos sustentáveis

Há diversos tipos de canudos sustentáveis, tanto em relação a modelos quanto em relação a materiais.

Canudos comestíveis

Os canudos comestíveis, como o próprio nome indica, podem ser ingeridos após
a utilização. Um exemplo popular do uso desse canudo é do Bob’s, que
substituiu, em 2018, os canudos de plástico dos seus milkshakes pelos canudos de biscoito e chocolate.

Mas há também outros “sabores” de canudo que podem ser indicados para
combinar com outras bebidas. Alguns deles, são:

• Maçã-verde;
• Canela;
• Limão,
• Gengibre.

Todos feitos com base de gelatina, amido de milho e açúcar, produzidos pela
empresa Sorbos — que garante que eles não alteram o sabor das bebidas.

Canudos biodegradáveis

Os canudos biodegradáveis possuem decomposição natural, ou seja, apesar de
serem descartáveis, eles se decompõem de uma forma que não prejudica a natureza, por vezes sendo até benéfica para o meio ambiente.

Os melhores exemplos de materiais utilizados em canudos biodegradáveis, são:

• Papel;
• Bambu,
• Trigo.

Canudos reutilizáveis

Os canudos reutilizáveis, ou recicláveis, são canudos fabricados em materiais
que podem ser reaproveitados, tanto em mais usos quanto para a composição
de outros objetos, ao encerramento da sua utilização.

Atualmente, os tipos de canudos reutilizáveis mais populares no mercado são de:

• Silicone: apesar de ser reutilizável, o canudo de silicone, infelizmente, não é
reciclável. Ainda assim, é menos prejudicial para o meio ambiente do que os
canudos descartáveis de plástico.

Além disso, se não houver petrolatos em sua composição, esse material não causará efeitos tóxicos no organismo dos seres humanos e, ao serem descartados, em poucas semanas se oxidarão, retornando às suas formas primárias: água, sílica e dióxido de carbono

• Vidro: o canudo de vidro é perfeito, pois, além do vidro ser um material totalmente
reciclável e reutilizável, ainda possui a vantagem de ser transparente, possibilitando a visualização de resíduos e, consequentemente, facilitando a sua
limpeza,

• Metal: o canudo de metal é mais resistente do que o de vidro, sendo ideal para ser levado a qualquer lugar. Ele pode ser feito tanto de alumínio quanto de inox
ou aço cirúrgico. Além disso, é vendido em conjunto com limpadores internos.

Além dos canudos sustentáveis

Os canudos sustentáveis não são as únicas medidas que devem ser tomadas
para preservar o meio ambiente. O consumo consciente engloba repensar e
reformular os hábitos: o que é ingerido, vestido e calçado; a forma com que os
resíduos são descartados; os produtos utilizados na higiene pessoal e da casa,
etc.

Além de tudo isso, também há a consciência ecológica, que compõe tanto as atitudes que podem ser tomadas, individual e coletivamente, em prol da
sustentabilidade, quanto as questões político-econômicas que são responsabilidade da sociedade e dos governos, de maneira geral.