Tudo que você precisa para abrir o escritório da sua empresa

10 dicas úteis para quem pretende abrir um escritório




Um dos desejos de um empresário visionário é ter um belíssimo local de trabalho, que seja prático, original, adequado à identidade visual da empresa, e que acomode confortavelmente seus funcionários com móveis de qualidade.

Luciana Arouca, do Projetos e Obras, setor da empresa JLL, explica que, atualmente,
há basicamente três tipos de modelos de espaços de trabalho (workplace): tradicional, moderado e progressivo (“agile”). Há como defini-lo analisando o serviço prestado ou produto vendido.

10 dicas para a abertura do seu escritório

Existe um caminho das pedras a ser percorrido para se estabelecer em um local adequado à sua realidade. Mas, alguns passos são fundamentais para a abertura de um escritório, entre eles estão:

1. Defina o local com atenção

Faça um estudo, visite imobiliárias ou plataformas digitais e vá ao bairro e use o
Google Maps, esta é uma ferramenta riquíssima e mostra vários detalhes do local selecionado. Também analise se os seus atuais ou possíveis clientes terão fácil acesso, seja utilizando o transporte público ou o carro.

Além disso, também é importante observar os locais para estacionamento e o acesso
para cadeirantes e portadores de necessidades especiais.

Muitos empresários também preferem instalar seu escritório onde já há outros
profissionais do mesmo segmento ou em locais em que haja a visitação de pessoas
interessadas no nicho.

2. Defina as suas necessidades

Elenque todas as suas necessidades para conferir o que precisará ser feito, e seja
crítico, pois suas escolhas definirão o bem-estar dos seus colaboradores e clientes.

Sua porta estará fechada por um determinado período, mas os problemas sempre baterão nela. Então, por que não contar com o auxílio dos seus colaboradores em determinadas decisões?

3. Leve o espaço em consideração

Independentemente da empresa ter 10, 20 ou 100 funcionários, é indicado que sejam
criadas estações de trabalhos condizentes com a realidade e as atividades de cada
um. Isso é importante, então, verifique o tamanho das salas e dos móveis que farão
a composição.

Caso as salas não sejam divididas, cogite a possibilidade de inserir paredes de
drywall, para que determinados espaços possam ser preservados, como uma sala de reunião ou área contábil e financeira.

4. Não se esqueça do refeitório

É a hora de recorrer à Legislação Trabalhista. De qualquer forma, sua empresa terá que ter um lugar para que o colaborador possa se alimentar, seguindo os parâmetros da NR 24 do Ministério do Trabalho.

5. Pense no conforto dos seus funcionários

Sim, são os detalhes que vão deixar os colaboradores contentes. É difícil trabalhar
com o sol da manhã, do meio-dia e até do final da tarde batendo diretamente no rosto, ou mesmo com um calor excessivo.
Não se esqueça de climatizar o ambiente e colocar persianas e vidros que inibam a
entrada dos raios solares.

6. A escolha dos móveis

Olhe primeiramente para a identidade visual da sua empresa. Certamente, a esta
hora, o seu logo e outros detalhes que vão definir sua marca no mercado já estão
todos prontos. Sim, o marketing está junto até na hora de mobiliar um escritório.

7. Conte com a ajuda de um especialista

A arquitetura é um passo importante do seu e negócio, mas, se ainda não é o
momento de investir em um profissional que faça tudo para você, contrate um para,
ao menos, ajudar e dar dicas cruciais que podem fazer diferença quando o seu
negócio começar a funcionar.

8. Contrate prestadores de serviços capacitados

Você é o proprietário da empresa, deixe os serviços manuais para quem possa fazer
com maestria, caso realmente não seja sua área de atuação. O ditado “cada um deve ser bom no que faz” é para ser usado nesse momento.

9. Tenha dedicação

Dedicar-se é uma regra, e não uma exceção, pois é no escritório que os sonhos do empreendedor se concretizam.
Caso queira e já tenha condições, destaque pessoas para zelar por todas as áreas, como gestão de pessoas, mídias, manutenção, limpeza e serviço de café, mas atente-se a tudo e esteja sempre presente.

10. Trabalhe

Quando o negócio está começando e é preciso agregar valor e trazer pessoas de
confiança para crescerem juntos, é importante estar presente. Porém, dê autonomia de decisão para cada colaborador e promova um ambiente saudável. Com isso, certamente, o negócio vai prosperar.