TSE multa Flávio Bolsonaro em R$ 5 mil por fake news contra Lula

Picture of G1

G1

Wilson Dias/Agência Brasil

TSE multa Flávio Bolsonaro em R$ 5 mil por fake news contra Lula

Compartilhe:

O Tribunal Superior Eleitoral multou em R$ 5 mil o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) por divulgação de fake news contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O TSE foi acionado em janeiro de 2022. O senador e o vereador de Cascavel (PR) Rômulo Quintino divulgaram em suas redes sociais que o presidente teria dito a seguinte frase: “Eu estou falando com o demônio e o demônio está tomando conta de mim”.

O PT acionou a Justiça Eleitoral argumentando que os dois teriam atuado para disseminar mentira. Isso porque a fala de Lula foi deturpada no vídeo divulgado.

Em parecer contra a punição, a Procuradoria Geral Eleitoral afirmou que a ação do PT não indicou quando de fato as postagens foram divulgadas.

Ao TSE, as defesas de Flávio e do vereador alegaram que as mensagens foram imediatamente retiradas do ar depois que suspeitaram da fraude.

A relatora do caso, Maria Claudia Bucchianeri, rejeitou a ação sob entendimento de que não havia uma relação com as eleições, especialmente pela distância entre o fato e o período eleitoral. O caso foi levado a julgamento no plenário virtual.

O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, abriu divergência e votou para aplicar a multa a Flávio Bolsonaro e Quitino por propaganda eleitoral negativa, com determinação de remoção imediata do conteúdo.

A posição do ministro foi seguida pela maioria do plenário do TSE.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também