Três pessoas são detidas por crime ambiental em Rondonópolis




Um homem de 49 anos e proprietário de uma funilaria na região da Vila Aurora III, teve que prestar esclarecimentos nesta terça-feira (25) para a Secretaria de Estado de Segurança Pública e para a Polícia Civil, sobre crime ambiental por conta de a três para-choques de veículos que foram descartados de forma irregular no antigo Ecoponto do Ana Carla, no Distrito Industrial. A nossa produção entrou em contato com o empresário e ele disse que o material é colocado na frente da empresa depois de ter passado pelo processo de funilaria e que nesse caso algum catador acabou recolhendo esses produtos em uma carretinha e descartado todo o produto de forma ilegal.

Já o segundo caso foi com outro proprietário de empresa de som automotivo localizada na região Central de Rondonópolis e que também respondeu pelo crime ambiental. No boletim de ocorrência, consta que a uma pessoa de 26 anos descartou os materiais no antigo ecoponto, o que pode causar poluição que resulta em danos à saúde humana, ou a mortandade de animais e destruição significa da flora de madeira culposa.

O terceiro crime registrado ontem, consta que um homem de 55 anos, morador do Jardim Morumbi, descartou resíduos orgânicos e vísceras de peixe também no antigo Ecoponto do Ana Carla, mas acabou flagrado pelos investigadores e teve que ir até a 1ra delegacia de polícia para prestar esclarecimentos.