Três moradores de rua morrem em 24 horas pelo frio em São Paulo

Perto de um muro de uma escola na zona leste de São Paulo que um morador de rua foi encontrado morto na manhã deste sábado (6) após a madrugada mais fria do ano.

Moradores disseram que o homem encontrado morto tinha sinais de hipotermia pois o corpo estava todo roxo, mas não apresentava nenhum sinal de que pudesse ter sido agredido.

Horas antes, na sexta-feira, outras duas pessoas, na mesmas condições dele, foram encontradas mortas possivelmente por causa do frio.

O corpo de Gabriel Leguthe Laffot, de 22 anos, foi encontrado nas escadas do terminal de ônibus e metrô da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. No início da tarde, outro morador de rua, ainda não identificado, foi encontrado sem vida no centro da cidade. Ele estava molhado e descalço.

Algumas pessoas passaram pelo local e o cobriram, pensando que ele estivesse dormindo. “O jeito é correr pra um albergue. o que tiver. mas eu não to conseguindo vaga em nenhum. eu durmo dentro da estação. eu não durmo na rua. muito frio”, afirma Clóvis, que é morador de rua.