Torcedor é alvo de rivais em Israel e fica com machado cravado na cabeça

Um torcedor do Hapoel Tel Aviv foi alvo da ira de rivais do Beitar Jerusalem. O homem de 32 anos foi vítima de uma emboscada após partida de seu time em Israel e acabou atacado com um machado. Com o objeto cravado em sua cabeça, ele foi levado ao hospital para cirurgia de emergência. De acordo com o jornal local Haaretz, o torcedor corre risco de morrer.

A imagem do momento do atendimento à vítima é chocante.

Dois torcedores do Beitar foram presos pela polícia israelense, que investiga o caso como tentativa de homicídio. O jornal afirma que membros de uma torcida organizada do Hapoel foram alvos de emboscada dos rivais após descerem de um ônibus na região sul de Tel Aviv.



Torcedores do Beitar têm reputação negativa em Israel. As organizadas deste clube são apontadas como hostis e agressivas, com alguns integrantes regularmente investigados por atividades criminosas.