Título do Cuiabá pode colocar União na Copa do Brasil 2020

O título conquistado ontem (20) pelo Cuiabá Esporte Clube pode ajudar o União. A vitória da equipe da capital pode colocar o Colorado na edição do ano que vem da Copa Brasil. O motivo é que o campeão da Copa Verde, competição conquistada pela equipe da capital, garante uma vaga nas oitavas da Copa do Brasil do ano que vem e com isso, Mato Grosso poderia, em tese, ter uma vaga a mais, pois o Cuiabá como campeão estadual já tinha garantido uma vaga na primeira fase da Copa do Brasil.

Pelos resultados no estadual e na Copa Governador, que são os torneios classificatórios para a Copa do Brasil em Mato Grosso essa vaga seria do União. O Colorado somente perde essa vaga se houver critérios políticos na escolha.

Nesta quarta-feira (20), o Cuiabá devolveu o placar de 1 a 0 do jogo de ida ao Paysandu, no Mangueirão, e levou a decisão da competição para os pênaltis. Da marca da cal, o time mato-grossense venceu por 5 a 4 e garantiu seu bicampeonato no torneio regional.

O Dourado também foi campeão da edição de 2015, na histórica virada diante do Remo (derrota por 4 a 1 na ida, e vitória por 5 a 1 na volta). Nesta temporada, a campanha do título soma quatro vitórias, três derrotas e um empate.

O jogo

Como não poderia ser diferente, a grande decisão começou bastante disputada e com muita intensidade. O Paysandu, apesar da vantagem construída no jogo de ida, pressionou logo nos primeiros minutos, mas sem criar chances real de gol. A primeira boa oportunidade mesmo só saiu aos 22 minutos, quando Tomas Bastos recebeu na entrada da área e chutou colocado, vendo a bola passar tirando tinta da trave. Depois, aos 30, Nicolas desviou de cabeça e acertou o travessão. O Cuiabá também teve boas chegadas, mas sem sucesso na pontaria. Djavan quase marcou aos 28, mas mandou para fora. E, aos 37, Paulinho cruzou, e Jefinho apareceu bem na área, mas foi parado em boa defesa de Giovanni.

Na volta do intervalo, o jogo seguiu equilibrado. No entanto, o Dourado foi quem criou mais chances para tentar o gol e levar a decisão para os pênaltis. Em uma das chegadas, Gutiérrez cruzou da direita, e Felipe Marques desviou de cabeça por cima do gol. Depois, Jefinho recebeu de costas para o gol, girou rápido e finalizou rente ao travessão. Com a vantagem, o Paysandu foi segurando a pressão do Cuiabá e ainda ficou perto de marcar aos 39 minutos, com Nicolas, que viu a bola explodir na trave. A equipe mato-grossense não desistiu de buscar o gol e, já aos 49, Escudero lançou na área, Paulinho desviou de cabeça ainda da entrada da área e encobriu Giovanni para empatar o jogo: 1 a 1.

Sem mais tempo para viradas, a decisão foi para os pênaltis, com o Dourado levando a melhor: 5 a 4. Logo na primeira, Ednei viu Giovanni defender. Depois, o Cuiabá converteu com Gutiérrez, Escudero, Alex Ruan, Paulinho e Felipe Marques (já nas alternadas). O Paysandu marcou com Leandro Lima, Thiago Primão, Tony e Micael – enquanto Caíque Oliveira e Nicolas desperdiçaram.