Thiago Silva cobra governo fiscalização rigorosa no Hospital Regional

Thiago Silva cobra governo fiscalização rigorosa no Hospital Regional

O vereador e deputado estadual eleito Thiago Silva – MDB, esteve junto com o suplente de vereador Reginaldo Santos – PPS, na terça-feira (13) em Cuiabá, participando de duas reuniões. A primeira aconteceu na Secretaria Estadual de Saúde e a segunda na Assembleia Legislativa. A pauta dos encontros foi a situação caótica do Hospital Regional de Rondonópolis.

O parlamentar defendeu a intervenção total da unidade, mas o Secretário de Saúde de Mato Grosso acatou parcialmente o pedido. A intervenção foi confirmada, mas apenas de forma administrativa.

O secretário adjunto de Gestão Hospitalar de Saúde de Mato Grosso, Cassiano Falleiros já está em Rondonópolis para iniciar o processo.

Thiago Silva demonstrou preocupação com a resposta do governo. “Entendo que essa atitude pode não ser suficiente para o restabelecimento pleno do HR. Continuo defendo a intervenção total. Só assim é possível garantir o bloqueio de recursos e pagamento das dívidas que atingiram esferas milionárias”.

Silva pediu mais uma vez o fim da gestão do Instituto Gerir no local. “Essa empresa assumiu o Regional no fim do ano passado e não conseguiu fazer gestão. Pelo contrário retrocedeu tudo. O contrato com a Gerir termina no fim desse ano e não pode mais ser renovado”.

O Estado tem prazo de uma semana para normalizar pagamentos, regularizar atendimentos, procedimentos, compra de insumos e medicamentos. “Caso essas medidas não sejam cumpridas, dentro do período estabelecido, uma comissão da Assembleia Legislativa será criada e vai acompanhar o caso em Rondonópolis.

Chega de descaso, a sociedade precisa de uma resposta efetiva. Vou acompanhar diariamente essa situação e cobrar do governo do Estado e da Gerir para que a população não seja prejudicada e os serviços para paralisem novamente”, conclui Thiago.

O Hospital Regional de Rondonópolis Irmã Elza Giovanella foi inaugurado em 2002 e era para ser referência em atendimento de média e alta complexidade para os 19 municípios (Rondonópolis, Alto Garças, Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Paranatinga, Pedra Preta, Poxoréu, Primavera do Leste, Santo Antônio do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa e Tesouro) da região sudeste de Mato Grosso.