Terceiro gol da Seleção foi uma verdadeira pintura

Triangulação entre Gabriel Jesus, David Neres e Allan terminou com bola nas redes e deu números finais ao amistoso contra República Tcheca

Terceiro gol da Seleção foi uma verdadeira pintura
Lucas Figueiredo/CBF

A vitória da Seleção Brasileira em cima da República Tcheca, em amistoso realizado nesta terça-feira (26) na casa do adversário, teve uma pintura para dar números finais ao placar. O gol marcado por Gabriel Jesus para garantir o 3 a 1 foi a coroação de uma bela jogada coletiva.

Foi o próprio camisa 9 quem iniciou a trama ao tocar para David Neres, que entrava na área em diagonal. Estreante da noite, o atacante deu um passe refinado de calcanhar, que achou o meia Allan entrando livre.

– Eu não cheguei a ver ele passando por trás, mas ele gritou e aí eu sabia que ele estava ali. Acabei achando o passe – explicou um sincero David Neres.

Com calma, Allan teve tempo de dominar e perceber a entrada de Gabriel Jesus, que se movimentou para finalizar a jogada que havia começado. Um passe sutil encontrou o camisa 9.

– Tentei tirar do goleiro na primeira, mas ele era muito grande e fez uma grande defesa. Felizmente a bola voltou para mim e consegui definir essa bela jogada coletiva – comentou Gabriel Jesus.

O gol foi a cereja no bola da vitória brasileira, que agora tem pela frente a convocação para a Copa América 2019. No último amistoso antes da definição da lista, o 3 a 1 contra a República Tcheca foi uma excelente oportunidade para o técnico Tite observar o time.