Tatá Werneck dá à luz sua primeira filha com Rafael Vitti: “Ela é linda”

Reprodução/Instagram



Tatá Werneck deu à luz sua primeira filha, fruto do relacionamento com o ator Rafael Vitti, na manhã desta quarta-feira (23), após cesariana. No Twitter, a mamãe anunciou o nascimento e avisou: “Ela é linda”.

No Instagram, a atriz e apresentadora publicou uma foto do parto e celebrou: “Minha neném nasceu! Tava com tanto medo que pensei em fugir do hospital durante a noite. Mas escalar prédios grávida é muito difícil, ainda mais pra quem já não escalava sem estar grávida. P.S: normalmente as pessoas vão bem bonitas pra sala de parto. Eu ouvi a frase ‘a senhora gostaria de pentear o cabelo?'”, brincou.

Um pouco mais tarde, postou outra foto da pequena no colo do papai, no berçário. “Um misto de emoção com uma pequena falta de respeito com os outros pais que queriam um espaço no vidro @rafaavitti te amo meu amor!”, escreveu.

As últimas semanas da gestação da atriz e apresentadora foram de muita expectativa. A própria mamãe brincou mais de uma vez nas redes sociais que tinha a impressão de que estava grávida há ao menos cinco anos.

No início de outubro, Tatá chegou a responder internauta que ironizou o tempo de gestação. “Tu já não tinha tido esse menino?”, perguntou. “Não que eu tenha reparado”, disparou no mesmo tom.

(Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez difícil

A gestação de Tatá Werneck foi anunciada em março. Semanas depois, a mamãe contou que sofria de hiperêmese gravídica, que provoca fortes enjoos nos primeiros meses de gravidez. “Voltei pro meu repouso e porque tô com hiperêmese gravídica: um negócio que dá muito enjoo e você tem vontade de vomitar todos os seus órgãos no tapete da sala”, contou.

A apresentadora chegou a ir ao médico usando pijamas. “Não sou obrigada a me arrumar passando mal”, desabafou ao mostrar o momento em rede social. Conforme a barriga cresceu, Tatá começou a relatar problemas para se locomover. Em post, surgiu subindo escadas com bastante dificuldade. “Ando como um besouro”, brincou.

Nome indefinido

A escolha do nome da pequena também virou polêmica. Primeiro, apelidou a criança de “Clóvis”. Semanas depois, a mamãe chegou a algumas opções: Cora ou Clara. Em um post, um fã quis saber: “O nome é Cora mesmo, Tatá?”. A artista, então, confirmou: “Quem escolheu foi Rafa. Eu queria Clara, mas amei”. E ainda acrescentou: “Cora Maria. Quem quiser chama de Cora. Quem quiser de Maria. Quem quiser de Coramariavers (que é em inglês)”.

Mas os dias passaram e Tatá Werneck admitiu que já não tinha tanta certeza de como chamaria a herdeira. Ela já é enorme. Ela já me escuta e já deve pensar: ’nossa, nada a ver. Minha mãe viaja’. E, ela já tem tudo. Tem amor. 20 irmãos cães e gatos. O melhor pai que eu poderia escolher e uma mãe que a ama muito e é super medrosa. Ela ainda não tem nome. Mas já enfrentou um monte de coisas. Tomara que ela goste de mim. Que ela me ache uma mãe divertida e que tenha vontade de conversar comigo. Tomara que ela diga: ‘pra minha mãe eu posso falar. Não escondo nada dela’. Tomara que você me ame como eu te amo. E, que entenda que essa parede tem infiltração, porque aqui é úmido e porque eu faço obra mas a infiltração volta. Jujuba (to testando uns nomes aqui): quero que seja o que quiser ser. Mas se for engenheira vamos economizar bastante”, desabafou.

(Foto: reprodução/Instagram)

Em vídeo de ultrassom compartilhado no Instagram, a mamãe encantou os seguidores ao mostrar a “reação” da filha ao ouvir um dos possíveis nomes. Assista: