Suspeito de arrancar patas de pitbull é demitido de transportadora

Foto: Reprodução/Instagram

Um dos suspeitos de decepar as duas patas traseiras do cão da raça pitbull Sansão, na cidade de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi demitido da transportadora onde trabalhava.

Segundo o escritório de advocacia da empresa, o homem, que era responsável por serviços gerais na unidade de Confins, não comparecia ao local de trabalho desde a última segunda-feira (6), data em que Sansão teve as patas arrancadas com uma arma branca.

De acordo com a investigação, o crime teria ocorrido porque Sansão, teria entrado na empresa e se envolvido em uma briga com o cão dos suspeitos. Além de ter os membros arrancados, o pitbull também teria sido torturado e amordaçado com arame farpado.

Em nota, a transportadora Zappellini repudiou o caso e classificou a conduta dos funcionários como “absurda, inaceitável e covarde”. Na última quinta-feira (9), o cachorro ganhou uma mini cadeira de rodas para ajudá-lo a se locomover.