Suor prejudica o cabelo? Profissional aponta cuidados capilares para quem pratica exercícios físicos

Quando em contato prolongado com o couro cabeludo, o suor pode provocar queda de cabelo

Foto: Divulgação / MF Press Global

A rotina de exercícios físicos da atleta Sue Lasmar, como a de vários praticantes de exercícios físicos, é regada à intensidade e por consequência, muito suor. Mas, você sabia que esse fluído natural do corpo pode prejudicar os cabelos?

Segundo a profissional dos fios Luize Freire, o suor além de deixar o cabelo com um aspecto mais oleoso e pesado, pode contribuir para o desenvolvimento de queda e ressecamento. “Quando o líquido é acumulado em excesso no couro cabeludo, há maior probabilidade de acúmulo de sujeita e consequentemente de obstrução dos folículos capilares. Assim como, por ter uma grande quantidade de sal, aumentar o ressecamento dos fios”, comenta.

Foto: Divulgação / MF Press Global

Sue Lasmar comenta que para que os treinos não prejudiquem a saúde dos fios, adota algumas estratégias, como lavar e hidratar bem as madeixas após os treinos. “Eu evito bastante deixar o suor em contato com o cabelo por muito tempo. Geralmente, lavo com um shampoo de rotina, aplico uma máscara de hidratação e depois finalizo”, relata.




Finalizadores

Segundo Luize Freire, para diminuir os impactos do suor no couro cabeludo, é recomendado usar um finalizador ou óleo vegetal para a proteção dos fios, já que produtos como esse formam uma camada protetora entre os cabelos.

Prenda os cabelos

O ato de amarrar os cabelos também ajuda a minimizar os danos. “Use faixas esportivas, tranças ou os tradicionais elásticos. O importante é lembrar de não apertar demais para não causar tração excessiva nos fios”, recomenda a cabeleireira Luize Freire.