Software jurídico: o que a ferramenta pode fazer pelos escritórios

Software jurídico: o que a ferramenta pode fazer pelos escritórios

Em um escritório de advocacia que trabalha com papel e planilhas eletrônicas, os advogados estão suscetíveis uma variedade de problemas: arquivos avariados que não podem ser recuperados, perda e vazamento de informações de processos e clientes; erros provocados pela falta de acesso a todas as informações. Sem mencionar que, conforme o número de clientes e processos do escritório cresce, esses métodos ficam inviáveis por serem cada vez mais difíceis de gerenciar. Nesse cenário, a melhor alternativa é a incorporação de tecnologias como o software jurídico. A ferramenta centraliza todas as informações em um mesmo local, suporta um alto volume de dados e é muito seguro. Investir nessa tecnologia é um caminho para revolucionar as rotinas e atingir resultados superiores. Abaixo, seguem alguns exemplos do que os sistemas de automação podem fazer pelos escritórios de advocacia.

Acompanhamento de processos

O software jurídico atualiza o status dos processos conforme o sistema dos Tribunais e leva as informações para dentro do sistema, concentrando- as em um mesmo lugar, de forma organizada Assim, o escritório não perde nenhuma informação e consegue acessá-la de forma ágil sempre que necessário.

Delegação de tarefas

Com um software para advogados, a delegação de tarefas – uma responsabilidade do gestor do escritório – fica mais inteligente e profissionalizada. Além de evitar sobrecargas de colaboradores da equipe, o software simplifica o acompanhamento das atividades, para que o gestor possa observar se as tarefas delegadas estão sendo cumpridas conforme o esperado. Assim, sobra mais tempo para dedicar-se às tarefas estratégicas que por vezes são deixadas de lado em razão de uma rotina atribulada.

Busca automática por publicações

Uma das atividades que mais consome o tempo dos advogados é a busca de publicações nos Diários Oficiais. Nesse quesito o software jurídico funciona como um verdadeiro aliado: ele automatiza essas buscas, enviando alertas quando há atualizações nos processos, deixando o advogado livre para um melhor aproveitamento de seu tempo.

Inteligência Artificial

Mais do que simplesmente controlar o status dos processos, o melhor software jurídico pode agregar inteligência artificial. A funcionalidade permite identificar padrões para classificar automaticamente as publicações em prazo ou audiência.

Armazenamento em nuvem

Para um advogado, poder trabalhar fora do escritório é uma importante vantagem. Se o software jurídico só pode ser acessado por meio dos computadores em que ele está instalado, isso é um fator limitante. Por outro lado, se o software jurídico fica armazenado em nuvem, ele (e todas as informações salvas nele) podem ser acessadas de qualquer computador, em qualquer lugar, a qualquer hora. E pode ficar ainda melhor, se o software escolhido oferecer um bom app para acesso pelo smartphone ou tablet.