Sobe para 118 o número de casos suspeitos de microcefalia em MT

sobe para 118 o número de casos suspeitos de microcefalia em mt



Subiu de 109 para 118 o número de casos investigados por suspeita de microcefalia em Mato Grosso, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado. Foram registradas ainda duas mortes em decorrência da doença. Dos 227 casos notificados, 16 foram confirmados e 93 foram descartados. Outras oito mortes estão em investigação e três já foram descartadas.
Bebês com microcefalia têm o cérebro de tamanho menor do que o normal. De acordo com o Ministério da Saúde, são considerados casos de microcefalia os recém-nascidos que apresentam medida do perímetro cefálico de 31,9 cm em meninos e 31,5 cm para meninas.
Estudos ligam a incidência de casos de microcefalia com a infecção, por parte das gestantes, pelo vírus da zika, que é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo vetor da dengue e da febre chikungunya.
Dos 16 casos confirmados de microcefalia em Mato Grosso, 10 são em Rondonópolis, dois em Cuiabá, dois em Sorriso, um em Primavera do Leste e um em Tapurah. As duas mortes confirmadas ocorreram em Primavera do Leste e Cuiabá.
E, dos 118 casos ainda em investigação, 59 estão em Rondonópolis e 19 em Cuiabá. Os demais casos sendo apurados estão distribuídos em outros 37 municípios, entre eles Cáceres (5), Várzea Grande (3), Mirassol D'Oeste (3), Paranatinga (3), Sapezal (3), Sinop (2) e Sorriso (2).