Sob Polêmica, Câmara autoriza Pátio a remanejar em até 20% o orçamento

Câmara vota nesta quarta projeto que pode derrubar decreto de vez intervenção no IMPRO
Vereadores votam nesta quarta a revogação do decreto nº 8.575 de 15 de maio de 2018



A Câmara de Vereadores aprovou na sessão de quarta-feira, a autorização para que o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) possa remanejar em até 20% do orçamento do município, sem a necessidade de pedir autorização ao Poder Legislativo.

Apesar de aprovado, o projeto gerou críticas, principalmente por parte do líder da oposição, o vereador Rodrigo da Zaeli (PSDB) que foi para as redes sociais para reclamar da proposta. Na visão de Rodrigo, a medida do prefeito, apequena o Poder Legislativo, pois não teria mais poder de discutir o orçamento. “Foram feitas audiências públicas para ouvir a população e agora como que fica”, disse Zaeli.

No entanto, o presidente da Câmara, o vereador Cláudio da Farmácia (MDB), destacou que a medida pode ajudar a destravar obras no município.  “Devido 2020 ser um ano eleitoral, o Município terá vários impedimentos para destravar muitas obras. Para isso, é preciso o prefeito ter um pouco de autonomia para entregar muitos serviços para a população de forma mais célere. No ano passado, que o orçamento foi menor do que o de 2020, a Prefeitura acabou remanejando foi cerca de 38%, se levarmos em consideração alguns decretos e as aberturas de créditos suplementar e especial, aprovados pelos vereadores”, destacou o presidente.