Sispmur pede para vereadores rejeitarem projeto do pagamento da RPV

vereadores cobram solução para o pátio rondon

O Sindicato dos Servidores Públicos de Município de Rondonópolis (Sispmur) destacou ontem (8) durante a reunião da ordem do dia na Câmara de Vereadores ser contrário ao projeto de autoria do Poder Executivo que visa limitar em , no máximo, R$ 10 mil, o valor para o pagamento Requisição de Pequeno Valor (RPV).

De acordo com a presidente do Sispmur, Geane Teles, essa mensagem pode, não somente prejudicar os servidores como toda a sociedade que tem valores superiores a R$ 10 mil a recebem do município em demandas judiciais finalizadas.

Ela ainda lembrou aos vereadores que a medida pode ser considerada inconstitucional. A dirigente sindical pediu textualmente para que proposta que deve ir em votação na sessão de hoje seja rejeitada pelos vereadores.

A medida, no entanto, apesar de estar pautada para a votação, corre o risco de não ser arquivada antes de ir à votação no plenário em razão de já ter um parecer contrário da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Um levantamento feito pela reportagem do Primeira Hora mostra que a tendência é a proposta do executivo ser recusada no Plenário.

O Sispmur, deve ainda, realizar na tarde de hoje (9) durante o horário da Sessão uma Assembleia para acompanhar o processo de votação.

Prefeitura e Sispmur se reúnem novamente para tratar de melhorias para a categoria