Sindicato denuncia empresa por descaso com caminhoneiros

sindicato denuncia empresa por descaso com caminhoneiros



O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Terrestres Rondonópolis de Rondonópolis (STTRR), moveu uma ação civil pública contra uma multinacional chinesa.
O presidente do STTRR, Luiz Gonçalves da Costa afirma a medida judicial foi necessária, visto que a empresa não oferece condições ambientais no pátio de triagem, que recebe diariamente mais 400 caminhões. “É um absurdo o que acontece naquele lugar. Tudo é na terra e quando chove fica um caos. Sem falar na falta de banheiros, restaurante. Tentamos o diálogo, sem resposta fomos a justiça. Os representantes da empresa não abriram negociação, na primeira audiência. Uma segunda foi marcada e com certeza serão condenados”, explica.
Outro grave problema constatado pela entidade é a falta de horário para descarga. “Os caminhões nove eixos tem horário para transitarem. A empresa simplesmente chama os motoristas quando bem entende. Se eles forem pegos rodando irregularidades são multados e ainda perdem a vez na fila”, conta Reginaldo Ramos, vice-presidente do STTRR.
Além de não possuir espaço físico adequado, os motoristas não podem cozinhar. “Eles não colocam restaurante e também proíbem os trabalhadores de cozinhar no pátio. O trabalhador fica jogado como bicho, sem qualquer atenção e com fome. Tudo isso em pleno século 20”, conclui.
O pátio citado fica dentro perímetro Urbano de Rondonópolis, 35 km do terminal ferroviário.