SES capacita profissionais que atuam na saúde mental indígena em MT

Picture of SES-MT

SES-MT

Esta é a segunda etapa de capacitação do grupo; a primeira ocorreu em novembro de 2022 e o terceiro encontro está previsto para 2024. Crédito - SES-MT

SES capacita profissionais que atuam na saúde mental indígena em MT

Curso ocorre entre esta segunda-feira (02.10) e sexta-feira (06.10), na UFMT, em Cuiabá

Compartilhe:

A Secretaria de Estado de Estado (SES-MT), por meio da Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP-MT), capacita, entre esta segunda-feira (02.10) e sexta-feira (06.10), cerca de 50 profissionais de saúde que atuam nos Distritos Sanitários Especiais Indígena (DSEI) Cuiabá, Araguaia, Kayapo, Xingu, Xavante e Vilhena.

O curso ocorre das 8h às 17h, no Auditório da Faculdade de Economia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, com objetivo de qualificar as equipes na área de saúde mental para um serviço de qualidade e que atenda as principais necessidades em atenção psicossocial nos DSEIs.

Esta é a segunda etapa de capacitação do grupo; a primeira ocorreu em novembro de 2022 e o terceiro encontro está previsto para 2024. A atividade integra o Programa de Qualificação em Saúde Mental da Escola de Saúde, no eixo 2 do projeto, que foca na saúde mental indígena.

Conforme a diretora da Escola de Saúde, Silvia Tomaz, o curso trabalha a partir da problematização das dificuldades e fragilidades dos DSEIs. Ela explica que as aulas são expositivas, dialogadas e com momentos de discussão em grupos para pensar ações a serem desenvolvidas nos territórios.

“Entendemos a urgência da qualificação das equipes de saúde dos DSEIs porque eles são os primeiros contatos das comunidades indígenas. Então, é necessário que estejam preparados para realizar os atendimentos e encaminhamentos de acordo com cada quadro clínico”, pontua Silvia.

Durante os cinco dias de curso, serão abordados os aspectos antropológicos; a atenção psicossocial; as violências interpessoais no contexto intercultural; o uso excessivo de álcool e outras drogas; as questões relacionadas ao suicídio e a medicalização da população indígena.

Participaram da solenidade de abertura do curso na segunda-feira a secretária de Gestão do Trabalho da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Katia Vanessa Alves, o coordenador Regional da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) de Cuiabá, Marcio Carlos Vieira, a vice-reitora da UFMT, Rosaline Rocha Lunardi, entre outras autoridades locais.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também