Servidores do Mapa e da Conab serão vacinados contra gripe

A campanha visa imunizar profissionais que atuam nas atividades relacionadas ao abastecimento de alimentos no país e, com isso, reduzir os riscos de internações e uma interrupção dessas atividades durante a pandemia

Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Ilustrativa

A partir do dia 25 de maio, será iniciada a campanha de vacinação contra gripe para servidores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A ação é uma iniciativa do Mapa, da Conab e da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e visa imunizar grupo de trabalhadores que atua nas atividades relacionadas ao abastecimento de alimentos no país e, com isso, reduzir os riscos de internações e uma interrupção dessas atividades durante a pandemia do novo coronavírus.

Serão disponibilizadas doses da vacina trivalente, doadas pela ABPA. Composta por vírus inativado, protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). A vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, para chegar mais rapidamente ao diagnóstico de coronavírus. E, ainda, ajuda a reduzir a procura pelos serviços de saúde, de acordo com o Ministério da Saúde.

Na primeira etapa, serão vacinados funcionários do Mapa e da Conab na matriz e nas superintendências regionais da companhia nos estados. De 25 a 29 de maio, a campanha será realizada nas regiões Sul, Sudeste e no Distrito Federal. De 1º a 5 de junho, nas regiões Norte e Nordeste e nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O público-alvo representará aproximadamente 3.500 pessoas.

“É uma forma de proteger esse público e manter a meta do Ministério da Agricultura na questão do abastecimento”, disse o coordenador substituto do Comitê de Crise (CC AGRO-COVID19) e diretor de Análise Econômica e Políticas Públicas da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Luís Rangel. Segundo ele, trabalhadores de frigoríficos também serão vacinados, conforme mapeamento da ABPA.

Em uma segunda etapa, está prevista imunização de funcionários das centrais de abastecimento (Ceasas) e demais setores agropecuários. A etapa está sendo articulada com o Ministério da Saúde.

Clique aqui para ouvir matéria da Rádio Mapa