Senador comemora novas unidades de saúde

A inauguração da última etapa do novo Hospital Municipal de Cuiabá “muda o perfil da saúde pública em Mato Grosso e, principalmente, na capital”. A afirmação é do senador Wellington Fagundes (PL), ao participar nesta segunda-feira, 18, da entrega das alas de urgência e emergência da unidade hospitalar, que passa a funcionar com 100% de sua capacidade operacional.

O novo Hospital Municipal de Cuiabá conta com   315 leitos, seis salas de cirurgia, além de ambulatórios, 13 salas de especialidades médicas e centro de exames especializados, além de um heliponto. É considerado a maior obra de saúde realizada neste século em Mato Grosso.

A obra custou R$ 190 milhões, dos quais R$ 100 milhões viabilizados por Wellington Fagundes e o então senador e ministro Blairo Maggi. Esta é a única obra do programa “Chave de Ouro”, do governo Michel Temer, que está em pleno funcionamento.

Wellington Fagundes comemorou, ainda, o anúncio feito pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), de licitar duas grandes obras na área da saúde: o Hospital Universitário Júlio Muller e o Hospital Central.

O Hospital Universitário já conta com recursos federais depositados em conta há pelo menos cinco anos e está com as obras paralisadas desde 2014. Já o Hospital Central, localizado no Centro Político Administrativo, está com suas obras paradas há três décadas. “Juntas, essas duas unidades de saúde devem criar um novo cenário para a saúde em Mato Grosso”, acredita.