Semed anuncia vencedores da etapa municipal da Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

Assessoria

A Secretaria Municipal de Educação de Rondonópolis (Semed), por meio de uma comissão avaliadora, selecionou os melhores textos de alunos de escolas municipais, estaduais e federal da cidade, que irão participar da seleção da etapa estadual da 6ª Edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. O projeto é nacional por meio de uma parceria entre o Ministério da Educação (MEC), Itaú Social e Cenpec Educação.

A olimpíada é dividida nas categorias poema, que concorrem alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, memórias literárias, para alunos dos 6º e 7º anos do Ensino Fundamental, crônicas, com a participação dos alunos do 8º ano do Ensino Fundamental, documentário, para alunos dos 1º e 2º anos do Ensino Médio e artigo de opinião, com alunos do 3º ano do Ensino Médio.

O tema abordado pelos alunos em todas as categorias deve ser ‘O lugar onde vivo’, uma iniciativa que busca que os estudantes valorizem os aspectos da cultura local, resgatando histórias, estreitando os vínculos comunitários, se aprofundando no conhecimento sobre a realidade e assim, desenvolvendo cidadania.

A coordenadora da comissão avaliadora da Semed, Cleusa Moreira dos Anjos Barcelos, explica que o objetivo principal do projeto é contribuir para o ensino-aprendizagem da leitura e escrita, aprofundando os conhecimentos dos alunos.

Os vencedores municipais

Na categoria poema, com o título “O lugar onde vivo”, o escolhido foi o aluno Kauan Querino Freitas da Escola Municipal Tancredo Neves, com a coordenação do professor Marcio Wagner da Silva.

O aluno Luiz Felipe Cândido Pires foi o vencedor da categoria memórias literárias com o texto de título “Muleque, vem prá dentro”, estudante da Escola Municipal Princesa Isabel, com o auxílio do professor Sênio Alves Faria.

A melhor crônica “Futuro esquecido” foi escrita pela aluna da Escola Municipal Princesa Isabel, Eloisa Queiroz Mallmann, também com a coordenação do professor Sênio Queiroz de Faria.

Já, na categoria documentário, os ganhadores foram os alunos da Escola Estadual André Maggi, Matheus Henrique Maldonade, Maria Eduarda Fernandes Fabrício e Murilo Eduardo Eleotério. O texto teve como título “Nenhum rio morre por acaso”, com o apoio da professora Keiliane Lopes Costa.

A vencedora da categoria artigo de opinião, com o texto de título “Um ninho no concreto”, foi a aluna Sara Melo, estudante da Escola Estadual Pindorama, com a coordenação da professora Neila Aparecida da Cruz.

Próximas etapas

Os textos escolhidos como os melhores entre as escolas de Rondonópolis vão concorrer na etapa estadual, com os representantes de todas as cidades de Mato Grosso. Os melhores avaliados no estado são então encaminhados para a etapa nacional, quando são escolhidos os melhores textos em cada uma das categorias de todo o país.