Sem VAR- Diretoria do União divulga vídeo e critica expulsão de Pikachu contra o Cuiabá

Lucas Perrone

Lucas Perrone

Presidente do União diz que expulsão foi injusta Foto: Ilcimar Aranhas

Sem VAR- Diretoria do União divulga vídeo e critica expulsão de Pikachu contra o Cuiabá

A diretoria do União Esporte Clube não poupou críticas à arbitragem após o empate em 1 a 1 com o Cuiabá Esporte Clube, em partida realizada na última quinta-feira, na Arena Pantanal. O Colorado, líder isolado do Estadual 2024, divulgou um vídeo nas redes sociais neste final de semana, destacando o lance mais polêmico do jogo: a expulsão do meia Pikachu do União, aos 24 minutos do primeiro tempo.

Pikachu é um dos destaques do time do União

A expulsão de Pikachu, segundo a diretoria do clube, pode ter sido determinante para o resultado final, já que o União teve que jogar boa parte da partida com um jogador a menos e sofreu maior pressão por parte do Cuiabá.

No momento da expulsão, o jogador se revoltou e ainda tentou, sem sucesso, argumentar com a arbitragem da partida que era comandada pelo Eleniel Benedito da Silva, árbitro da CBF dos quadros da Federação Mato-grossense de Futebol.

“Neste lance em que Pikachu é expulso, ele foi agredido com um empurrão por baixo! A imagem mostra tudo, mas o bandeira foi negligente, só quis ver o lance do Pikachu”, afirmou nas redes sociais o presidente do União, Reydner Martins.

Leia mais sobre o assunto: União empata com Cuiabá e mantém invencibilidade no estadual

Apesar do empate e das críticas à arbitragem, o União segue firme na liderança do Estadual 2024, somando 16 pontos em seis jogos, com cinco vitórias e um empate. O Colorado está praticamente garantido na próxima fase da competição e volta a campo na quarta-feira (14), enfrentando o Primavera no estádio Luthero Lopes.

Confira o vídeo apresentado pela diretoria do União

Confira a classificação do Estadual

Fique por dentro das discussões e atualizações sobre esse tema. Acompanhe o Instagram e Twitter do Primeira Hora.

+ Acessados

Veja Também