Seguros agrícolas para culturas de inverno serão avaliados em videoconferência do Mapa

Evento virtual aberto do Monitor do Seguro Rural será no dia 23 de abril às 15h. O objetivo é avaliar e propor aperfeiçoamentos nos produtos e serviços ofertados pelas seguradoras

Experimento com trigo de sequeiro em Itiquira: 40 sacas por hectare plantado - Foto João de Melo - Empaer

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizará no dia 23 de abril, às 15h, uma videoconferência do projeto Monitor do Seguro Rural, dedicada ao seguro rural das culturas de inverno de milho 2ª safra, trigo, cevada, sorgo, aveia, centeio, linho, triticale, canola, feijão e girassol. O objetivo é avaliar e propor aperfeiçoamentos nos produtos e serviços ofertados pelas seguradoras, tornando as coberturas mais aderentes às necessidades dos produtores.

Para participar da videoconferência, basta acessar o seguinte link da plataforma Teams na data e horário agendados: tinyurl.com/msrinverno

O trabalho é coordenado pelo Departamento de Gestão de Riscos do Mapa e terá a participação de produtores, com o apoio das entidades representativas do setor, cooperativas, associações, revendas de insumos, companhias seguradoras, empresas resseguradoras, corretores, peritos e instituições financeiras.

Em 2020, o seguro rural de culturas de inverno representou 48.352 operações, cerca de 25% das apólices subvencionadas pelo Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). “Será uma oportunidade para os produtores dialogarem com as seguradoras para compreender o funcionamento dos produtos de seguro rural que estão disponíveis no mercado e sugerir propostas de melhorias”, explica o diretor do Departamento de Gestão de Riscos do Mapa, Pedro Loyola. No caso das culturas de inverno, o percentual de subvenção ao prêmio pode ser de 35% para produtos de risco nomeado e de 40% para produtos com cobertura multirrisco.

O seguro rural prevê cobertura de riscos nomeados, quando o produtor escolhe na cobertura básica os riscos cobertos, tais como: geada e granizo. Já a cobertura multirrisco contempla na sua cobertura básica riscos diversos como incêndio, raio, tromba d’água, ventos fortes, ventos frios, granizo, chuva excessiva, seca, geada, variação excessiva de temperatura.

Monitor do Seguro Rural

O projeto já avaliou diversas modalidades de seguros rurais desde julho de 2020 atingindo mais de 1.400 participantes. As gravações e apresentações das edições anteriores do Monitor de Seguro Rural podem ser acessadas aqui: tinyurl.com/msrarquivos 

O cronograma de eventos por videoconferência do Monitor, que começou em julho de 2020 e se estende até final de 2022, tem a finalidade de identificar e propor melhorias nos serviços de seguro para mais de 60 atividades de grãos, frutas, olerícolas, pecuária, florestas, aquícola, café e outras culturas até o final de 2021. O monitor é uma oportunidade para os produtores e as cooperativas, com as entidades representativas, construírem soluções em conjunto com as seguradoras e o apoio do Mapa.

Mais informações sobre o Monitor pelo e-mail: seguro@agricultura.gov.br

Clique aqui e saiba mais sobre o Monitor de Seguro Rural.