Sebrae promove circuito de seminários sobre crédito

tribunal de contas celebra 63 anos de fundação

A inadimplência das empresas no sistema financeiro atingiu 5,11% em junho de 2016, o maior nível da história, ou seja, 50% maior do que há dois anos. O dado é preocupante porque mostra que vai ficar ainda mais difícil conseguir se financiar em um cenário de aperto financeiro e redução das margens de lucro. Por outro lado, o problema de endividamento pode, em muitos casos, ser resolvido com ações pontuais na gestão das empresas.

Para esclarecer os empresários sobre as muitas facetas do crédito e até mesmo quando ele não deve ser acessado, o Sebrae em Mato Grosso promove um ciclo de seminários em nove municípios de todas as regiões do Estado. O primeiro evento aconteceu em Barra do Garças (20/09) e o próximo será no dia 13 de outubro, em Juína (Confira agenda abaixo).

O consultor do Sebrae MT, Fábio Rogério Apolinário da Silva, destaca que o empresário precisa compreender que nem sempre acessar crédito é a solução para o seu problema. "O crédito é apenas uma das alternativas para solucionar a falta de recursos, existem outras maneiras de resolver o problema, como consultorias e capacitações gerenciais.” Ele ressalta que em muitas empresas onde faz consultoria, os recursos para solucionar os problemas estão na própria empresa. "Muitas possuem estoques maiores do que o necessário, o que por si só pode resolver o problema delas. Há casos em que os estoques excedentes são em volume suficiente para liquidar todas as dívidas. Além disso, algumas empresas não adequaram sua estrutura de custos fixos para o novo cenário econômico, ou mesmo não alteraram em nada sua política de crédito e cobrança. Há empresas que simplesmente não realizam cobranças”, aponta

A intenção do evento é apresentar a nova estratégia de atuação do Sebrae no acesso a serviços financeiros, focando na melhoria do ambiente de gestão das micro e pequenas empresas. No seminário, o empresário terá subsídios para abrir sua visão no que diz respeito ao crédito, reduzindo a limitação que tem em perceber como resolver seus problemas de falta de dinheiro.

Os temas abordados apontam nesta direção. Lidar com inadimplência, restauração financeira e preparação para voltar a crescer são os três eixos centrais do seminário. Questionamentos como causas do endividamento, como negociar dívidas, como planejar para não recair o sobreendividmento, como evitar que os clientes deixem de honrar seus pagamentos e como cobrar as dívidas dos clientes poderão ser respondidos.

Para reestruturar as finanças é necessário reduzir custos, melhorar o ciclo financeiro, realocar os ativos da empresa de forma mais efetiva, reavaliar a viabilidade do negócio, redefinir estratégia e posicionamento da empresa com base em indicadores financeiros.

E, na hora de se preparar para voltar a crescer é preciso entender como fazer um bom planejamento financeiro, saber formas de obter recursos para investir na empresa, ver quais alternativas de financiamento estão disponíveis, entender como estar financeiramente preparado para a eventualidade de uma próxima crise.

A programação dos seminários é composta da seguinte forma: crédito e gestão financeira, fomento público, alternativas financeiras e atuação privada no acesso a crédito.

Apolinário destaca que mesmo quando o foco for o crédito, é muito mais fácil conseguir quando se conhece a realidade da empresa e as melhores condições para buscar esse crédito, tais como prazo, juros, finalidade, valor, etc.

Caderno de dicas

Os clientes do Sebrae MT têm à disposição ainda um amplo conteúdo sobre crédito, que pode ser acessado em formato impresso e também no site do Sebrae MT (www.mt.sebrae.com.br). Nele estão reunidas dicas e informações práticas sobre crédito, tais como formas de acessar, modalidades, como ativar o crédito, o papel do Sebrae na conexão entre as empresas e a instituições financeiras, o perfil de credibilidade do empreendedor.

Traz ainda informações sobre o FAMPE – Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas – e sobre o cartão BNDES, incluindo quem pode acessar, vantagens e cursos. Além disso, aborda os benefícios das vendas a cartão, bem como os tipos de máquinas, como adquirir uma e os custos de aquisição e manutenção. Há ainda dicas específicas para os potenciais empresários, para os microempreendores individuais (MEI) e para micro e pequenas empresas.

Outro ponto abordado é fiado que deve ser administrado com muita cautela, visto que as desvantagens e os riscos dessa prática são inúmeros.

CONFIRA O CALENDÁRIO DO SEMINÁRIO:

13/10/2016: Juína- Auditório da CDL

Avenida Londrina, 65, Centro, Juína-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Bradesco e CDL

08/11/2016: Rondonópolis- Auditório do Sebrae

Avenida Cuiabá, 560, Centro, Rondonópolis-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob, Bradesco e Santander

08/11/2016: Nova Ubiratã- Câmara Municipal

Avenida Presidente Getúlio Vargas, 110, Nova Ubiratã-MT)

Parceiros: Banco do Brasil, Sicredi e ACENU

09/11/2016: Sorriso- Auditório da CDL

Rua do Bosque, s/n, Lote 1-A, Centro, Sorriso-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob, Bradesco, Santander, ACES e CDL

10/11/2016: Lucas do Rio Verde– Câmara Municipal

Avenida Pará, 359, Lucas do Rio Verde-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Bradesco, Santander e ACILVE

17/11/2016: Querência- Câmara Municipal

Rua Werner Carlos Galle, 265, Setor C, Querência-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Sicredi, Bradesco e ACEQ.

17/11/2016: Cáceres- Auditório do Sebrae

Avenida Comandante Balduíno, 685, Centro, Cáceres-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Bradesco, CDL e ACEC

22/11/2016: Colíder- Auditório da ACIC

Avenida Luiz Aldori Neves Fernandes, 745, Centro, Colíder-MT

Parceiros: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob, Bradesco e ACIC